Conheça a programação d’A Feira do Livro 2024 

A Feira do Livro,

Conheça a programação d’A Feira do Livro 2024 

Terceira edição do festival literário paulistano reúne autores e pensadores do Brasil e do mundo de 29 de junho a 7 de julho

24jun2024 - 18h59 • 06jul2024 - 20h18
Fotografia de Sean Vadaru

A terceira edição d’A Feira do Livro reúne mais de 150 convidados a partir do sábado, 29 de junho, em debates e conversas que têm o livro como protagonista. Até 7 de julho, ao longo dos nove dias de programação — cinco a mais do que nas edições anteriores —, o festival literário paulistano promove encontros que mesclam o melhor da ficção e da não ficção produzidas recentemente no Brasil e em diversos países, como Argentina, Portugal, França e Estados Unidos.  

Assim como nos anos anteriores, os bate-papos acontecem em dois espaços principais: o Palco da Praça, montado na praça Charles Miller, em frente à Mercado Livre Arena – Pacaembu, e o Auditório Armando Nogueira, no Museu do Futebol. Nos dois casos, a entrada é gratuita, respeitada a capacidade do auditório.

Além disso, esta terceira edição do festival traz uma programação paralela realizada por parceiros e expositores em três pequenos palcos, os Tablados Literários, nas oficinas e nas tendas, com diversas atividades voltadas às crianças.

Confira a programação dos próximos dias:


Domingo, 7 de julho

10hPalco da Praça
[Ciências sociais] FORMAS DE AFETO
A psicanalista paulistana Vera Iaconelli e a psicóloga guarani Geni Núñez conversam com Martha Nowill sobre descolonização dos relacionamentos afetivos e interpelam conceitos como maternidade, monogamia e outras formas de amor.

11h45Palco da Praça
[Literatura e ditadura] PÁGINAS DE UM PAÍS
Consagrados e em plena atividade, os autores Maria Adelaide Amaral e Ivan Angelo conversam sobre seus livros, brilhantes retratos literários de uma geração que moldou a TV, a cultura e o jornalismo nos anos 70 e 80. Mediação de Marta Góes.

12hAuditório Armando Nogueira
[Literatura japonesa] HOMENAGEM A LEIKO GOTODA
A mais importante tradutora de literatura japonesa no Brasil é homenageada nesta mesa que reúne Rita Kohl, tradutora da nova geração, e Luara França, editora que trabalhou em suas traduções. A mediação é de Gabriela Mayer.

13h30Palco da Praça
[Política] DE SÃO PAULO A GAZA
Dois filósofos discutem o genocídio palestino, os significados da guerra entre Israel e Hamas e as perspectivas do conflito. Com o ensaísta e tradutor húngaro Peter Pál Pelbart, coautor de O judeu pós-judeu: judaicidade e etnocracia (n-1 Edições) e o escritor e professor Vladimir Safatle, que lançou neste ano Alfabeto das colisões: filosofia prática em modo crônico (Ubu). Mediação de João Paulo Charleaux, autor da série As Regras da Guerra, publicada pela Folha de S.Paulo, e do livro Ser estrangeiro: migração, asilo e refúgio ao longo da história (Companhia das Letras).

14hAuditório Armando Nogueira
[História] AVENIDA REBOUÇAS
A diretora do Arquivo Nacional Ana Flávia Magalhães e a historiadora Hebe Mattos, que organizou as cartas e os diários de André Rebouças, discutem a vida, as ideias e o legado do abolicionista. A mediação é de Fábio Silvestre Cardoso.

15hPalco da Praça
[Meio ambiente] NATUREZA EM CHAMAS
A Amazônia e o cerrado são o cenário da reportagem e do romance discutidos nesta mesa com João Moreira Salles e Pablo L.C. Casella sobre as implicações culturais, políticas e ambientais da devastação dos biomas brasileiros. A mediação é de Maria Guimarães

15h30Auditório Armando Nogueira
[LAUT – Liberdade e Autoritarismo] DITADURA NUNCA MAIS
A resistência das famílias de “desaparecidos” durante a ditadura militar é objeto de dois livros lançados no aniversário dos 60 anos do golpe de 1964. A mesa com o advogado, autor e pesquisador Pádua Fernandes e o jornalista e escritor Camilo Vannuchi tem mediação da professora de direito Luciana Reis.

17hPalco da Praça
[Memória] SEMPRE PARIS
Tradutora de Sade, Céline e Proust, a autora Rosa Freire d’Aguiar rememora em um bate-papo com Ruan de Sousa Gabriel a efervescência cultural, política e comportamental de Paris, onde foi correspondente e vivia com o economista Celso Furtado.

17h30Auditório Armando Nogueira
[Literatura brasileira] TEMPO MÃE
A escritora e professora de literatura Silvana Tavano discorre sobre o tempo, suas memórias da mãe e a escrita de romance para ressuscitar passados e inventar futuros. A mediação é de Iara Biderman, editora da Quatro Cinco Um.

Confira a programação oficial completa d’A Feira do Livro 2024:

Sábado, 29 de junho

10h • Palco da Praça
Abertura da 3ª edição d’A Feira do Livro

10h15 • Auditório Armando Nogueira
[Literatura francesa] MUNDO DO CRIME
A advogada criminal e cineasta francesa Hannelore Cayre fala sobre seu romance policial premiado, A patroa. A mediação é de Eduardo Muylaert. Apoio: Embaixada da França no Brasil.

11h45 • Palco da Praça
[Psicologia] INFINITOS LUTOS
Como vivemos o luto e como ele acaba? Os autores Christian Dunker e Natalia Timerman combinam experiência pessoal, literatura e psicanálise para debater um tema central da vida humana, com mediação de Tati Bernardi.

12h • Auditório Armando Nogueira
[Política] ESQUERDA E DIREITA SEM EXTREMOS
O historiador português Rui Tavares e o cientista político Sergio Fausto discutem o que significam hoje os conceitos históricos de direita e esquerda, numa conversa sobre o futuro das ideias e da política. A mediação é de Camila Rocha. Apoio: Instituto Camões.

13h30Palco da Praça
[Arte] MINHA LÍNGUA
A artista visual paulistana Lenora de Barros conversa com Ana Carolina Ralston, curadora da feira de arte ArPa, sobre sua trajetória e obras recentes. Parceria: ArPa.

14hAuditório Armando Nogueira
[História] MENINOS, EU VI
Figura central nas relações internacionais brasileiras desde os anos 60, o ex-ministro da Fazenda e embaixador Rubens Ricupero lança seu volume de memórias n’A Feira do Livro. A mediação é de João Paulo Charleaux.

15h15Palco da Praça
[Divulgação científica] ADMIRÁVEL NOVO MUNDO
Quando e onde a raça humana ocupou as Américas? Uma conversa entre Bernardo Esteves e Adriana Abujamra sobre a corrida dos cientistas para responder a essa fascinante pergunta. A mediação é de Eduardo Neves.

15h30Auditório Armando Nogueira
[Desigualdades] TRANSFORMAÇÃO SOCIAL
O que podemos fazer para reduzir as desigualdades sociais? Neca Setubal e Inês Lafer, duas lideranças da filantropia, compartilham sua trajetória com Carol Pires, autora do podcast Desiguais.

17hPalco da Praça
[Música] DEVAGARINHO E SEMPRE
O sambista e escritor carioca Martinho da Vila lança n’A Feira do Livro a autoficção Martinho da vida. A mediação é de Adriana Couto.

17h30Auditório Armando Nogueira
[Crítica literária] APENAS ESCRITORAS
Quem pode escrever? As ficcionistas Betina González e Andrea del Fuego falam da obrigação de ser genial imposta a escritoras mulheres e do boom feminino na literatura latino-americana, em uma conversa com Beatriz Muylaert, editora da Quatro Cinco Um.

19hPalco da Praça
[Literatura brasileira] A PALAVRA QUE RESTA
O autor cearense Stênio Gardel, vencedor do National Book Award nos EUA, apresenta seu aclamado romance de estreia. A mediação é de Schneider Carpeggiani.

Domingo, 30 de junho

10hPalco da Praça
[Divulgação científica] MATEMÁTICA PARA QUEM É DE HUMANAS
O matemático Marcelo Viana, diretor do Instituto de Matemática Pura e Aplicada, fala sobre teorias, curiosidades e prazeres da ciência dos números, com mediação do jornalista Bernardo Esteves.

10h15Auditório Armando Nogueira
[Literatura brasileira] TRILHA DE LETRAS: NARA VIDAL
A autora mineira Nara Vidal é a convidada do programa literário da TV Brasil e conversa com a apresentadora e escritora carioca Eliana Alves Cruz sobre as representações literárias da eugenia e do racismo. Patrocínio: TV Brasil.

11h45Palco da Praça
[História] AGORA, AGORA E MAIS AGORA
O historiador, ensaísta e podcaster português Rui Tavares apresenta o seu aguardado alfarrábio, que narra um milênio de histórias, do mundo árabe antigo à Europa do século 21. A mediação é de Sofia Nestrovski. Apoio: Instituto Camões.

12hAuditório Armando Nogueira
[Livro e leitura] PALAVRA CONTADA
A atriz, escritora e roteirista potiguar Alice Carvalho conversa com a autora e roteirista paulistana Beatriz Bracher sobre Coração apertado, de Marie NDiaye, e a produção do audiolivro do romance, recém-lançando pela Supersônica com leitura da atriz. A mediação é de Luciana Araujo. Apoio: Supersônica.

13h30Palco da Praça
[Literatura brasileira] TANTRAS E CANIBAIS
Duas revelações literárias, Iara Biderman e Odorico Leal falam sobre seus livros de estreia, ambos de narrativas curtas e com um olhar ora irônico, ora afetivo sobre o cotidiano. A mediação é de Maria Carvalhosa.

14hAuditório Armando Nogueira
[Literatura brasileira] TRILHA DE LETRAS: CAETANO W. GALINDO
O tradutor, romancista e ensaísta curitibano Caetano W. Galindo é o convidado do programa literário da TV Brasil que a autora carioca Eliana Alves Cruz apresenta. Patrocínio: TV Brasil.

15hPalco da Praça
[Alimentação] À MESA COM RITA LOBO
A cozinheira Rita Lobo, autora do projeto editorial Panelinha, que vem resgatando o valor da comida saudável e saborosa na mesa dos brasileiros, conversa com a jornalista especializada em vinhos Isabelle Moreira Lima, editora da revista Gama.

15h30Auditório Armando Nogueira
[Poesia] ASMA, BOCA E COVA PROFUNDA
Destaques da nova geração de poetas, Adelaide Ivánova e Mar Becker levam para a praça a sua potência lírica. A mediação é de Irene de Hollanda.

17hPalco da Praça
[Literatura] VIOLÊNCIAS FAMILIARES
As romancistas Tatiana Salem Levy e Claudia Piñeiro conversam com a documentarista Paula Sacchetta sobre as representações literárias e as inúmeras violências exercidas sobre os corpos femininos.

17h30Auditório Armando Nogueira
[Língua portuguesa] PALAVRAS, PALAVRAS, PALAVRAS
Caetano W. Galindo e Marcos Bagno, dois poetas, tradutores e autores de obras sobre o português, falam sobre as origens, o presente e o futuro da língua. A mediação é de Luana Chnaiderman.

19hPalco da Praça
[Literatura] TRANSESCRITA
Expoente da literatura latino-americana, a argentina Camila Sosa Villada conversa com Adriana Ferreira Silva sobre a literatura travesti e as três obras que lança n’A Feira do Livro

Segunda, 1º de julho

15hPalco da Praça
[Praça de Aula] RACISMO E ANTIRRACISMO NAS ESCOLAS
Uma conversa franca com Edneia Gonçalves e Eugênio Lima sobre a luta pela superação do racismo na sociedade, que vem desafiando pais, alunos e educadores. A mediação é de Bianca Santana.

16h30Palco da Praça
[Seminário: Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas] LER NA TEMPESTADE
Por que recorremos à literatura para elaborar tragédias e momentos de incerteza? Ana Carolina Carvalho e Morgana Kretzmann batem um papo sobre a leitura e a escrita em tempos de catástrofe climática com mediação de Dianne Melo.

18hPalco da Praça
[Acessibilidade] AULA PÚBLICA DE LIBRAS
Autora de um dicionário da língua brasileira de sinais e de livros de ensino de Libras, Flavia Brandão dá uma aula pública para os visitantes d’A Feira do Livro ao lado de Nayara Silva.

19h30Palco da Praça
[Literatura brasileira] UMA NOITE EM PORTO ALEGRE
As autoras e autores gaúchos Mar Becker, Jeferson Tenório, Clara Averbuck, Veronica Stigger, Morgana Kretzmann e Paulo Scott prestam uma homenagem literária à cidade que sedia uma feira do livro que inspirou a sua irmã paulistana e que sofre com os danos das enchentes de maio de 2024. A mediação é de Tatiana Vasconcellos.

Terça, 2 de julho

15hPalco da Praça
[Praça de Aula] SABERES ANCESTRAIS NA SALA DE AULA
Os autores Kerexu Mirim e Luiz Ketu conversam com Tatiane Maíra Klein e nos trazem notícias das escolas indígenas e quilombolas, que estão entre as experiências mais importantes na educação brasileira hoje. Apoio: ISA

16h30Palco da Praça
[Seminário: Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas] A SOLIDÃO DO LIVRO, A SOLIDÃO DA TELA
A tecnologia é uma ameaça para a leitura e a escrita de qualidade em casa e na escola? Uma conversa de Aline Frederico e Debora Vaz sobre sobre os desafios à experiência literária em nossos tempos, com mediação de Patricia Auerbach.

18hPalco da Praça
[Crítica literária] A PARTE MALDITA BRASILEIRA
A crítica literária Eliane Robert Moraes e o romancista Reinaldo Moraes discutem o erotismo e as representações do sexo na literatura brasileira. Mediação de Marie Declercq.

19h30Palco da Praça
[Literatura infantojuvenil] ABCXYZ
Dois craques — o escritor Sérgio Rodrigues e o ilustrador Daniel Kondo — lançam no Pacaembu livros que exploram a linguagem, a história e a visualidade, numa conversa com José Orenstein

Quarta, 3 de julho

15hPalco da Praça
[Praça de aula] LER O BRASIL
Uma conversa sobre a importância da leitura e dos espaços comunitários de educação popular, com Ana Clara da Silva, Sacolinha e Vó Geralda. A mediação é de Taína Silva Santos. Apoio: Casa Sueli Carneiro.

16h30 • Palco da Praça
[Seminário: Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas] LITERATURA NEGRA: ESTAR NA ESTANTE É O BASTANTE?
O Brasil vem recuperando um atraso histórico na circulação de narrativas negras. Renato Gama e Waldete Tristão conversam com Iracema Silva sobre a mediação de leitura como chave para uma efetiva transformação da sociedade.

18hPalco da Praça
[Literatura] JAMES BALDWIN, 100
Um tributo ao escritor norte-americano cujo centenário se comemora neste ano. Com Evandro Cruz Silva, Jefferson Barbosa e Ronaldo Vitor. Apoio: Companhia das Letras.

19h30Palco da Praça
[Literatura brasileira] POESIA NA PRAÇA
Ironia, lirismo, amor e sacanagem são ingredientes que não faltam na poesia dos cariocas Gregorio Duvivier e Bruna Beber. Eles se reúnem nesta conversa com mediação do jornalista Fernando Luna, que assina a coluna “The Emoji Review” na Quatro Cinco Um.

Quinta, 4 de julho

15hPalco da Praça
[Literatura brasileira] SOBRE CRUSHES, COSMOS E BRUXAS
Um encontro com Bia Crespo, Caio Yo e Carol Chiovatto, destaques da nova literatura juvenil brasileira que dão novos contornos à representação das mulheres e de pessoas LGBTQIAP+ à ficção pop contemporânea. A mediação é de Tiago Valente. Parceria: Companhia das Letras.

16h30Palco da Praça
[Seminário: Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas] LEITURA OBRIGATÓRIA
Lara Rocha e Fernanda Sousa debatem a seleção de obras unicamente de mulheres no vestibular da Fuvest, que interpela o cânone e marca um novo momento na promoção da literatura feminina. A mediação é de Janine Durand.

18hPalco da Praça
[Música] INFÂNCIA RECOMPOSTA
O cantor e compositor Nando Reis lança n’A Feira do Livro o seu volume de memórias e relembra sua trajetória e seus grandes sucessos em um bate-papo com Roberta Martinelli, que será transmitido pela Rádio Eldorado FM.

19h30Palco da Praça
[Biografia] VIRADA DE JOGO
Quando a vida ganha rumos imprevistos e dolorosos, abrem-se possibilidades de transformação. O educador Rodrigo Hübner Mendes e o ex-jogador de futebol Walter Casagrande conversam sobre os livros que narram o valor da mudança em sua trajetória. A mediação é de Gaía Passarelli.

Sexta, 5 de julho

15hPalco da Praça
[Literatura brasileira] NOVOS REPERTÓRIOS
Uma conversa entre Lucas Rocha e Aline Zouvi sobre a importância de levar as narrativas LGBTQIA+ para bibliotecas, livrarias e festivais literários. A mediação é de Clara Rellstab.

16h30Palco da Praça
[Seminário: Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas] FORMAR LEITORES, FORMAR PROFESSORES
O professor é uma figura crucial na formação de leitores, mas como se dá a sua própria formação como leitor? Diana Navas e Ana Barbara debatem o assunto com mediação de Marisa Lajolo.

17h30Auditório Armando Nogueira
[Cultura indígena] DIÁRIOS YANOMAMI
Testemunhas dos ataques sofridos pelo povo indígena com a invasão de garimpeiros desde os anos 2010, Mozarildo Yanomami e Darysa Yanomami conversam com o jornalista Fabrício Araújo e apresentam o livro que traz seus depoimentos. Apoio: ISA.

18hPalco da Praça
[Praça de Aula] CATÁSTROFE CLIMÁTICA E RACISMO AMBIENTAL
A catástrofe no Rio Grande do Sul escancarou a vulnerabilidade à crise climática a que as populações periféricas, negras e indígenas são submetidas. Juliana Borges e Luciana Travassos buscam responder: o que isso muda na sala de aula?

19h30Palco da Praça
[Poesia] SLAM, RAP E PERIFERIA
Destaques da cena literária periférica de São Paulo, o rapper Rashid e a slammer Mel Duarte mostram por que o hip hop é central para a renovação da poesia no Brasil de hoje. A conversa é mediada por Izabela Moi, diretora da Agência Mural de Jornalismo das Periferias. 

Sábado, 6 de julho

10hPalco da Praça
[Literatura] O DIA EM QUE APAGARAM A LUZ
A autora argentina Camila Fabbri fala do livro em que relembra o incêndio que deixou 194 mortos numa boate em Buenos Aires em 2004, com mediação de Anna Virginia Balloussier.

10h15Auditório Armando Nogueira
[Política] PERSPECTIVA AMEFRICANA
Juliana Borges conversa com o ator e dramaturgo Clayton Nascimento, autor da premiada peça Macacos, que investiga as diferentes faces do racismo.

11h45Palco da Praça
[Literatura brasileira] VIDAS PELAS MARGENS
A escritora paulistana Lilia Guerra fala sobre os personagens e as histórias da periferia de São Paulo. A mesa encerra a segunda temporada do Clube do Livro da Rádio Eldorado FM, apresentado por Roberta Martinelli.

12hAuditório Armando Nogueira
[Literatura brasileira] FAROESTE CABOCLO
O escritor brasiliense Dan e o pesquisador e jornalista paulistano Bruno Paes Manso conversam sobre as formas de retratar a violência e a criminalidade em seus livros. A mediação é de Amauri Arrais, editor da Quatro Cinco Um.

13h30Palco da Praça
[Poesia] FLORES DA BATALHA
Expoente da cena literária paulistana, o poeta e criador da Cooperifa Sérgio Vaz fala com Camilla Dias sobre sua trajetória, arte e as diferentes batalhas de que participa.

14hAuditório Armando Nogueira
[Literatura] ENTRE BOIS E MOSQUITOS
Um diálogo entre a ficção punk-gauchesca do argentino Michel Nieva e o thriller distópico do autor mato-grossense Joca Reiners Terron, com mediação de Schneider Carpeggiani.

15hPalco da Praça
[Crítica literária] NARRATIVAS ANTIRRACISTAS
O historiador Henry Louis Gates Jr. e a escritora Jamaica Kincaid, dois importantes autores contemporâneos, dialogam sobre seus escritos, que vêm mudando a história literária afro-americana. Mediação de Juliana Borges, colunista da Quatro Cinco Um. Apoio: Companhia das Letras.

15h30Auditório Armando Nogueira
[Literatura brasileira] EM BUSCA DO PAI
A figura paterna é o tema da conversa entre o ensaísta José Henrique Bortoluci, que perfilou seu pai, caminhoneiro, que morreu de câncer no fim de 2023, e a poeta Julia de Souza, que escreveu sobre a progressiva perda do pai para a demência e a morte. A mediação é de Paulo Roberto Pires, editor da revista Serrote e colunista da Quatro Cinco Um.

17hPalco da Praça
[Literatura LGBTQIA+] LIVROS E LIVRES
A evolução dos direitos LGBTQIA+, do movimento pioneiro nos anos 70 às conquistas no século 21, está no foco deste debate entre o historiador norte-americano James Green e o pesquisador Renan Quinalha, colunista da Quatro Cinco Um.  A mediação é de Helena Vieira.

17h30Auditório Armando Nogueira
[Literatura] REESCRITA DA ESCRAVIDÃO
O ensaísta, poeta e ficcionista norte-americano Jabari Asim, autor de Em algum lugar lá fora, discute as representações literárias da vida sob a escravidão nos EUA do século 19, com mediação de Adriana Ferreira Silva.

19hPalco da Praça
[História] 60 ANOS DO GOLPE
O escritor Marcelo Rubens Paiva e o historiador Luiz Felipe de Alencastro analisam os efeitos de 21 anos de autoritarismo na sociedade brasileira e as perspectivas atuais para a democracia. A mediação da conversa é da jornalista Patricia Campos Mello

Domingo, 7 de julho

10hPalco da Praça
[Ciências sociais] FORMAS DE AFETO
A psicanalista paulistana Vera Iaconelli e a psicóloga guarani Geni Núñez conversam com Martha Nowill sobre descolonização dos relacionamentos afetivos e interpelam conceitos como maternidade, monogamia e outras formas de amor.

11h45Palco da Praça
[Literatura e ditadura] PÁGINAS DE UM PAÍS
Consagrados e em plena atividade, os autores Maria Adelaide Amaral e Ivan Angelo conversam sobre seus livros, brilhantes retratos literários de uma geração que moldou a TV, a cultura e o jornalismo nos anos 70 e 80. Mediação de Marta Góes.

12hAuditório Armando Nogueira
[Literatura japonesa] HOMENAGEM A LEIKO GOTODA
A mais importante tradutora de literatura japonesa no Brasil é homenageada nesta mesa que reúne Rita Kohl, tradutora da nova geração, e Luara França, editora que trabalhou em suas traduções. A mediação é de Gabriela Mayer.

13h30Palco da Praça
[Política] DE SÃO PAULO A GAZA
Dois filósofos discutem o genocídio palestino, os significados da guerra entre Israel e Hamas e as perspectivas do conflito. Com o ensaísta e tradutor húngaro Peter Pál Pelbart, coautor de O judeu pós-judeu: judaicidade e etnocracia (n-1 Edições) e o escritor e professor Vladimir Safatle, que lançou neste ano Alfabeto das colisões: filosofia prática em modo crônico (Ubu). Mediação de João Paulo Charleaux, autor da série As Regras da Guerra, publicada pela Folha de S.Paulo, e do livro Ser estrangeiro: migração, asilo e refúgio ao longo da história (Companhia das Letras).

14hAuditório Armando Nogueira
[História] AVENIDA REBOUÇAS
A diretora do Arquivo Nacional Ana Flávia Magalhães e a historiadora Hebe Mattos, que organizou as cartas e os diários de André Rebouças, discutem a vida, as ideias e o legado do abolicionista.

15hPalco da Praça
[Meio ambiente] NATUREZA EM CHAMAS
A Amazônia e o cerrado são o cenário da reportagem e do romance discutidos nesta mesa com João Moreira Salles e Pablo L.C. Casella sobre as implicações culturais, políticas e ambientais da devastação dos biomas brasileiros. A mediação é de Maria Guimarães

15h30Auditório Armando Nogueira
[LAUT – Liberdade e Autoritarismo] DITADURA NUNCA MAIS
A resistência das famílias de “desaparecidos” durante a ditadura militar é objeto de dois livros lançados no aniversário dos 60 anos do golpe de 1964. A mesa com o advogado, autor e pesquisador Pádua Fernandes e o jornalista e escritor Camilo Vannuchi tem mediação da professora de direito Luciana Reis.

17hPalco da Praça
[Memória] SEMPRE PARIS
Tradutora de Sade, Céline e Proust, a autora Rosa Freire d’Aguiar rememora em um bate-papo com Ruan de Sousa Gabriel a efervescência cultural, política e comportamental de Paris, onde foi correspondente e vivia com o economista Celso Furtado.

17h30Auditório Armando Nogueira
[Literatura brasileira] TEMPO MÃE
A escritora e professora de literatura Silvana Tavano discorre sobre o tempo, suas memórias da mãe e a escrita de romance para ressuscitar passados e inventar futuros. A mediação é de Iara Biderman, editora da Quatro Cinco Um.

A Feira do Livro 2024

29 jun.—7 jul.
Praça Charles Miller, Pacaembu

A Feira do Livro é uma realização da Associação Quatro Cinco Um, organização sem fins lucrativos voltada para a difusão do livro no Brasil, e da Maré Produções, empresa especializada em exposições e feiras culturais. O patrocínio é do Grupo CCR, do Itaú Unibanco e Rede, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, da TV Brasil e da Rádio Nacional de São Paulo.

Leia Também
Leia Também