Listão da Semana,

Salman Rushdie, Revolução dos Cravos em HQ, Deborah Levy e mais 12 lançamentos

Livro de relatos intímos de Salman Rushdie relembra o atentado que sofreu em 2022 e o apoio da esposa e familiares na recuperação

22abr2024 - 10h37 • 13maio2024 - 14h55

Em uma conferência proferida em Londres, em 1990, Salman Rushdie disse que é preciso “responder ao ataque não com um ataque, mas com uma declaração de amor.” Ameaçado de morte pelo regime instaurado pelo aiatolá Khomeini no Irã, Rushdie sofreu em 2022 um ataque que o deixou cego de um olho. Sua resposta é Faca: reflexões sobre um atentado, que chega esta semana às livrarias.

Também na seleção da semana, uma graphic novel sobre a Revolução dos Cravos, de Raquel Varela e Robson Vilalba; um romance de Deborah Levy; o percurso da imigração judaica a partir da experiência da família de Clarice Lispector, escrito por sua irmã, Elisa; as memórias e reflexões da primeira parlamentar travesti do Rio de Janeiro, Benny Briolly; um thriller de Alia Trabuco Zerán; um romance de Adriana Lisboa; um ensaio de Anne Carson sobre o casamento; a história do gueto de Varsóvia, por Bruno Halioua; as anotações de Charles Darwin sobre expedição a bordo do navio Beagle; e mais novidades quentinhas.

Viva o livro brasileiro!

Veja os lançamentos de semanas anteriores.


Faca: reflexões sobre um atentado. Salman Rushdie.
Trad. Cássio Arantes Leite e José Rubens Siqueira • Companhia das Letras • 232 pp • R$ 69,90

Relato íntimo do autor, que relembra o atentado sofrido nos Estados Unidos em 12 de agosto de 2022, depois do qual ficou cego do olho direito e perdeu os movimentos da mão esquerda. Dividido em duas partes, Rushdie compartilha a experiência de sobreviver sob a sombra da ameaça que paira sobre sua vida desde que o líder da Revolução Iraniana, aiatolá Ruhollah Khomeini, emitiu um édito religioso recompensando quem o assassinasse, acusado de blasfêmia após a publicação de Os versos satânicos (1988); e o ataque e o período de recuperação física e psicológica em que teve o apoio da esposa e familiares.

Leia mais: Um recorte da história de livros perigosos — Cronologia de violações à liberdade de expressão e censura de títulos no Brasil e no mundo

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da Companhia das LetrasConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.

Utopia. Raquel Varela e Robson Vilalba.
Veneta • 184 pp • R$ 59,90

A historiadora portuguesa especializada no 25 de Abril e o ilustrador curitibano narram em formato de graphic novel os acontecimentos revolucionários em Lisboa — que transformaram Portugal em uma terra da Utopia e inspiraram outros movimentos de libertação ao redor do mundo — a partir da perspectiva de José, um homem do povo.

Capa da edição #80 da revista dos livros (Fotografia de Sebastião Salgado

Quatro Cinco Um de abril traz o especial “Como nasce a democracia”, sobre os cinquenta anos da revolução que derrubou a ditadura mais longeva da Europa. Sebastião Salgado, Leão Serva, Ruy Castro e Dulce Maria Cardoso relembram o 25 de Abril, dia em que a democracia venceu em Portugal; Nara Vidal resenha o livro que desafiou o salazarismo e se tornou manifesto feminista internacional; e um Listão especial da Revolução dos Cravos.

Veja também: Ruy Castro morava em Lisboa quando foi surpreendido com a revolução que derrubou a ditadura mais longeva da Europa: ‘Tive a sorte de estar lá’

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 20% de desconto no site da VenetaConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.


Agosto azul. Deborah Levy.
Trad. Adriana Lisboa • Autêntica • 168 pp • R$ 64,90

Autora da trilogia Autobiografia Viva, a poeta e romancista sul-africana tece a história de uma pianista que abandona os palcos durante uma apresentação em Viena e encontra uma mulher estranhamente parecida com ela em uma viagem a Atenas. Partindo da ideia do duplo, Levy explora temas de sua literatura, como identidade, feminilidade, dinâmicas de poder contemporâneas e as várias noções do que é a realidade.

Leia também: Escutar a própria voz dá-nos acesso ao nosso sujeito como alguém numa relação com os outros, por Djaimilia Pereira de Almeida

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site do Grupo AutênticaConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.


No exílio. Elisa Lispector.
Apres. Benjamin Moser • José Olympio • 256 pp • R$ 64,90

A autora, irmã mais velha de Clarice Lispector, retrata um dos períodos da imigração judaica no século 20, ficcionalizando o percurso de sua família desde a partida da Ucrânia até a chegada ao Brasil, numa tentativa de fugir do antissemitismo desencadeado pela Guerra Civil Russa (1918-1921). Com apresentação do biógrafo de Clarice, Benjamin Moser, a ficção segue as reflexões da escritora sobre os sentimentos de não pertencimento, expatriação e o assombro pelos pogroms, além dos conflitos da Revolução Russa, a ascensão de Hitler e do nazismo e a divisão da Palestina.

Leia também: Livro pretende abranger a totalidade da correspondência de Clarice Lispector com quase trezentas cartas, entre amigos e as duas irmãs, algumas inéditas

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 30% de desconto no site do Grupo Editorial RecordConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.


Mulher da Vida: narrativas de um corpo político. Benny Briolly.
Oficina Raquel • 128 pp • R$ 58

Entre memórias e reflexões acerca do presente e de futuros possíveis, a primeira parlamentar travesti eleita no estado do Rio de Janeiro constrói um compilado de relatos pessoais como mulher preta e trans ao narrar sua trajetória: a relação com a família religiosa e conservadora, a juventude quando frequentava a igreja neopentecostal e seu posterior rompimento, seu processo de autoaceitação e o ingresso no ativismo e na vida política.

Leia também: Apesar de reiteradas tentativas de silenciamento, mulheres negras nunca se deixaram calar, também na escrita fizeram quilombo


Limpa. Alia Trabucco Zerán.
Trad. Silvia Massimini Felix • Fósforo • 232 pp • R$ 74,90

Da autora de As homicidas (Fósforo, 2023), o novo thriller da escritora sul-americana finalista do Booker Prize narra a história de uma jovem que deixa o sul do Chile rumo à capital, Santiago, para trabalhar para um casal de classe alta, em busca de melhores condições de vida. Mas após a morte da filha dos patrões, a babá e doméstica se torna alvo de uma investigação. Baseado em um crime real e contado de forma circular, descreve conflitos de classe, episódios de preconceito social e a falsa intimidade do trabalho doméstico

Leia também: Narrativas das autoras latino-americanas Alia Trabucco Zerán e Mónica Ojeda tematizam a violência e as tortuosas contradições da região

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 20% de desconto no site da FósforoConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.


Os grandes carnívoros. Adriana Lisboa.
Alfaguara • 176 pp • R$ 84,90

O novo romance da vencedora do prêmio José Saramago por Sinfonia em branco (Alfaguara, 2003), alterna períodos da vida de uma ativista pelos direitos dos animais — presa nos Estados Unidos após incendiar um laboratório de pesquisas — enquanto constrói uma análise sobre a condenação e a normalização da violência nas relações, principalmente a que se dá entre humanos e outras espécies animais.

Leia também: Ganhadora do Nobel de Literatura, a escritora polonesa Olga Tokarczuk traz personagens excêntricas em um mundo onde matar e causar dor é algo normal

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da Companhia das LetrasConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.


A beleza do marido: um ensaio ficcional em 29 tangos. Anne Carson.
Trad. Emanuela Siqueira e Julia Raiz • Bazar do Tempo • 168 pp • R$ 72

A partir das ideias do poeta John Keats sobre beleza e verdade e com referências a personagens mitológicos gregos, a poeta, ensaísta e primeira mulher a ganhar o prêmio T. S. Eliot narra em verso e em prosa a história de um casamento ao longo de vinte anos e de alguns tangos, que se concretizam a partir de cenas eróticas, enlaces amorosos, traições, desejo, eventos trágicos e cômicos e seu fim iminente.

Leia também: Ana Martins Marques, Anne Carson e Virginia Woolf partem da fluidez dos gêneros em poesia e prosa reflexivas e provocadoras

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 20% de desconto no site da Bazar do TempoConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.


Os 948 dias do gueto de Varsóvia. Bruno Halioua.
Trad. Luciano Vieira Machado • Estação Liberdade • 256 pp • R$ 69

Conta a formação e história do gueto de Varsóvia, instituído em 12 de outubro de 1940 durante a celebração do Yom Kipur por autoridades nazistas que transferiram todos os judeus da capital polonesa para um bairro judaico, em perímetro fechado. O autor discorre sobre os 948 dias de opressão e o fim de uma comunidade que ofereceu resistência contra a violência do regime criado pelo Terceiro Reich.

Leia também: Autora que ‘pensa em russo’ e ‘escreve em alemão’ viaja pela Polônia em busca dos seus antepassados judeus

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 30% de desconto no site da Estação LiberdadeConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.


A viagem do Beagle. Charles Darwin.
Trad. Daniel Moreira Miranda • Pref. Héctor Palma • Edipro • 640 pp • R$ 149,00

Edição integral do diário de anotações do naturalista britânico sobre a expedição de cinco anos que fez pela América do Sul, Oceania e África, a bordo do navio HMS Beagle — e que, anos depois, o ajudaram a elaborar a teoria da evolução. Além das imagens e mapas originais, o prefácio do pesquisador argentino Héctor Palma narra ainda a segunda missão do Beagle: trazer três indígenas que foram levados à Inglaterra no fim da primeira expedição de volta à Terra do Fogo, arquipélago situado na extremidade sul da América do Sul.

Leia também: José Eli da Veiga examina o debate sobre as possibilidades de usar a teoria da evolução em outras esferas do conhecimento.


Vapt-vupt
+ novidades quentinhas

Extremos: um mapa para entender as desigualdades no Brasil. Pedro Fernando Nery.
Zahar • 368 pp • R$ 119,90

A partir da reunião de índices que medem desenvolvimento, qualidade de vida, longevidade e distribuição de renda, o economista traça um panorama das realidades extremas brasileiras, focado na desigualdade social e no crescimento econômico dissemelhante do território.

O cisne e o trompete. E.B. White.
Ils. Fred Marcellino • Trad. Jim Anotsu • HarperCollins • 240 pp • R$ 69,90

Do autor dos clássicos infantis A teia de Charlotte e Stuart Little, uma fábula sobre a aceitação das diferenças, superação e a potência da criatividade e da música.

Há um lugar para mim na casa do meu pai. Patrícia Espírito Santo.
Autêntica • 152 pp • R$ 59,80

Reúne relatos coletados pela jornalista de cidadãos de Ruanda, Camarões, República Democrática do Congo e Burundi refugiados no Campo de Dzaleka, no Malawi, sobre experiências de exílio, expatriação, perseguições políticas, étnicas e sexuais e disputas territoriais.

O conflito: a mulher e a mãe. Elisabeth Badinter.
Trad. Véra Lucia dos Reis • Rosa dos Tempos • 224 pp • R$ 79,90

A filósofa francesa compila argumentos sobre maternidade e autonomia das mulheres, escolha por métodos anticoncepcionais, posição no mercado de trabalho e o propósito de ser mãe — que, segundo ela, idealiza obrigações e dilemas que impedem outras possibilidades de maternidade

101 Adágios: volume 1. Erasmo de Roterdã.
Trad. Newton Cunha • Perspectiva • 144 pp • R$ 49,90

Coletânea de ditados clássicos populares comentados pelo teólogo e filósofo Erasmo de Roterdã, em 1500. Com objetivo de transmitir e expandir o pensamento crítico, ajudou a difundir o autor como um humanista antes da publicação de sua obra mais famosa, Elogio da loucura, considerada um dos catalisadores da Reforma Protestante.

Faça parte da revista dos livros! Assine a Quatro Cinco Um.

Listão da Semana: confira os lançamentos de semanas anteriores

Quem escreveu esse texto

Iara Biderman

Jornalista, , editora da Quatro Cinco Um, está lançando Tantra e a arte de cortar cebolas (34)

Jaqueline Silva

É estudante de Jornalismo na ECA-USP e estagiária editorial na Quatro Cinco Um.