Capa,

Literatura negra

Seleção de vinte e oito livros recebidos pela Quatro Cinco Um nas áreas de crítica literária, ensaios, literatura brasileira, literatura estrangeira e poesia

01nov2020 - 01h00 | Edição #39 nov.2020

LIVROS RESENHADOS NESTA EDIÇÃO

Guimarães, Ruth. Contos negros.
Faro Editorial • 128 pp • R$ 34,90
Leia a resenha aqui.

Guimarães, Ruth. Contos índios.
Faro Editorial. 176 pp. R$ 39,90
Leia a resenha aqui.

Evaristo, Bernardine. Garota, mulher, outras.
Tradução de Camila Holdefer. Companhia das Letras. 496 pp. R$ 79,90
Leia a resenha aqui.

Ellison, Ralph. Homem invisível.
Tradução de Mauro Gama. José Olympio/Grupo Editorial Record. 574 pp • R$ 64,90
Leia a resenha aqui.

Baldwin, James. Notas de um filho nativo.
Tradução de Paulo Henriques Britto. Companhia das Letras. 248 pp. R$ 59,90/34,90
Leia a resenha aqui.

Diop, David . Irmão de alma.
Tradução de Raquel Camargo. Editora Nós. 128 pp. R$ 52
Leia a resenha aqui.

Coates, Ta-Nehisi. A dança da água.
Tradução de José Rubens Siqueira. Intrínseca. 400 pp. R$ 59,90/39,90
Leia a resenha aqui.

CRÍTICA LITERÁRIA

Can, Nazir A. O campo literário moçambicano: tradução do espaço e formas de insílio.
A partir do conceito de espaço, o professor de literatura africana da ufrj analisa as obras de Ungulani Ba Ka Khosa, Luís Bernardo Honwana, Paulina Chiziane e Hélder Faife, entre outros, a partir da lente do insílio, essa espécie de exílio interno ­—
o estranhamento vivido dentro da própria nação. PREF. Rita Chaves. Kapulana. 248 pp. R$ 42,90/36,90

Faustini, Marcus (org.). Jessé Andarilho, a escrita, a cultura e o território.
Longa entrevista com o escritor, que nasceu no bairro do Lins e foi criado em Antares, Zona Oeste do Rio de Janeiro, e escreveu os livros Fiel (2014) e Efetivo variável (2017).Cobogó. 96 pp. R$ 32

Farias, Tom. Escritos negros: crítica e jornalismo literário.
Resume três décadas de crítica literária em O Globo, Jornal do Brasil e Estado de Minas: “Consegui dar voz a muitos autores e autoras que não tinham acesso a essa tal grande imprensa. Lutei contra forças descomunais para impor cada parágrafo dos meus textos”. Malê. 320 pp. R$ 56

Marques, Fabrício (org.). Suplemento Literário de Minas Gerais: Adão Ventura — 80 anos, poesia à flor da pele.
Número especial em homenagem aos 80 anos de nascimento do poeta Adão Ventura (1939-2004). Traz ensaios de Ricardo Aleixo, Edimilson de Almeida Pereira, Silviano Santiago, Sônia Queiroz, Fernando Brant e outros. Biblioteca Pública de mg. 40 pp. Download gratuito

ENSAIOS

Bola, J.J. Seja homem: a masculinidade desmascarada.
Escritor congolês desmascara “a ilusão de uma masculinidade rígida e limitada” que torna os homens incapazes de lidar com suas emoções e os transforma em pessoas agressivas e manipuladoras.
PREF. Emicida. TRAD. Rafael Spuldar. Dublinense. 132 pp. R$ 54,90

LITERATURA BRASILEIRA

Amaro, Vagner (org.). Olhos de azeviche: dez escritoras negras que estão renovando a literatura brasileira.
Contos de dez autoras: Ana Paula Lisboa, Cidinha da Silva, Conceição Evaristo, Cristiane Sobral, Esmeralda Ribeiro, Fátima Trinchão, Geni Guimarães, Lia Vieira, Miriam Alves, Taís Espírito Santo. Malê. 152 pp. R$ 36

Assis, Machado de. Dom Casmurro.
Edição ilustrada por Paula Siebra, que traz ensaios de Geovani Martins, Rogério Fernandes dos Santos e Maria Ribeiro. APRES.. Camilla Dias. Antofágica. 464 pp. R$ 79,90 

Assis, Machado de. O alienista.
Edição ilustrada por Rivane Neuenschwander, traz o ensaio “O alienista e o estado de exceção no Brasil contemporâneo”, de Elton Corbanezi  e Laymert Garcia dos Santos. Cobogó. 120 pp. R$ 69

Barreto, Lima. Contos.
Edição bilíngue (inglês e português) de seis contos clássicos que retratam o racismo, a exclusão social e outras mazelas brasileiras. INTR. Daniela Birman. Editora da Unicamp. 192 pp. R$ 25

Cuti. A pupila é preta.
Contos do escritor e crítico, fundador dos Cadernos Negros e do Quilombhoje-Literatura e autor de teses sobre Cruz e Sousa e Lima Barreto. Malê. 108 pp. R$ 42

Mariano, Vinícius Neves. Velhos demais para morrer.
O segundo romance do autor de Empate (2015) é uma distopia sobre uma sociedade que despreza e mata os idosos. Malê. 280 pp. R$ 48

Medeiros, Mário. Numa esquina do mundo.
Doze contos do autor de A descoberta do insólito (2013) e Gosto de amora (2019), com protagonistas negros em ambientes urbanos. Kapulana. 112 pp. R$ a definir

Cidinha da Silva.
Oh, margem! Reinventa os rios!

Publicada em 2011, esta coletânea da escritora e curadora do programa-web Almanaque Exuzilhar sai agora em edição ampliada, com cinco novos contos e crônicas: Thriller, Querubim Pretim, O dia que o livro foi traje de gala, Musashi e Spider e O lugar de fala de quem se pergunta: em que inimaginável mundo novo vivemos?.
PREF. Paulo Scott. Oficina Raquel. 126 pp. R$ 40

Tenório, Jeferson. O avesso da pele.
Romance sobre o assassinato de um professor de literatura negro durante uma abordagem policial em Porto Alegre. Companhia das Letras. 192 pp. R$ 59,90

LITERATURA ESTRANGEIRA

Morrison, Toni. A fonte da autoestima: ensaios, discursos e reflexões.
Coleção de discursos e artigos da escritora americana, a primeira e única mulher negra a ganhar o prêmio Nobel de literatura, em 1993, e que foram publicados entre 1976 e 2011. TRAD. Odorico Leal. Companhia das Letras.  456 pp. R$ 74,90

Soyinka, Wole. Aké: os anos de infância.
O escritor e dramaturgo  nigeriano, que recebeu o Nobel de literatura de 1986, conta nesta obra-prima suas memórias de infância na então colônia inglesa durante a Segunda Guerra — a falta de sapatos, a descoberta do avião, o medo de Hitler, a chegada do rádio trazendo as notícias e o início da luta pela independência da Nigéria. TRAD. Carolina Kuhn Facchin. Kapulana. 264 pp. R$ 52,90

POESIA

Guimarães, Geni. Poemas do regresso.
Quarto livro de poemas da autora de A cor da ternura, ganhador do Jabuti: “O bem que plantei e o mal que me fizeram/
estão entrelaçados, brincando de pega-pega,/ no coração, minha casa”. Malê. 138 pp. R$ 36

Lorde, Audre. A unicórnia preta.
Lançado em 1978, é um marco na sua trajetória literária: “Minha mãe tinha duas caras e uma frigideira/ na qual ela preparava suas filhas/ para serem meninas/antes de cozinhar nosso jantar”. TRAD. Stephanie Borges. PREF. Jess Oliveira. Relicário. 300 pp. R$ 59,90

Maranhão, Salgado. A casca mítica.
Décimo quarto livro do poeta maranhense, autor de Mural de ventos (1999): “A escrita que se abre/ ao sermão sem palavras/ da língua do sabre./ O eterno por um triz./ Na ave que se arvora/ entre o voo e a raiz”. PREF. Muniz Sodré. POSF. Iracy Souza. 7 Letras. 88 pp. R$ 56

Rizzi, Nina. Sereia no copo d’água.
A autora de A duração do deserto (2014) fala dos afetos: “você não gosta de doces, eu sei. sei que é mentira./ eu não gosto de frio e ligo o ventilador-avião no último pra poder me enfiar debaixo do lençol fino”. Jabuticaba. 86 pp. R$ 30

Sousa, Cruz e. Negro.
Reúne todos os textos em prosa e verso nos quais o poeta simbolista exprime sua condição de negro e sua consciência da negritude. ORG. Zilma Gesser Nunes. PREF. Jair Tadeu da Fonseca. Caminho de Dentro. 192 pp. R$ 41

Matéria publicada na edição impressa #39 nov.2020 em outubro de 2020.