Listão da Semana,

Como ler Fernando Pessoa e mais 9 lançamentos.

‘Ler Pessoa’ chega às livrarias brasileiras nesta semana como um guia para compreender o essencial da obra do português que se multiplicou em personas diversas.

05maio2023 - 04h45 • 08fev2024 - 10h04 | Edição #59

Homenagem ao fingidor maior, Ler Pessoa chega às livrarias brasileiras nesta semana como um guia para compreender o essencial da obra do português que se multiplicou em personas diversas. Especialista na obra pessoana, o autor Jerónimo Pizarro escreve: “Creio que Fernando Pessoa foi e não foi um, nenhum e cem mil. Creio que historicamente foi um, o homem que nasceu em 1888 e morreu em 1935, ainda que nesse lapso de tempo tenha vivido muitas vidas; penso que literariamente foi um e nenhum, porque optou por atenuar a sua identidade autoral, de modo a assumir a das suas personagens; e julgo que postumamente é já cem mil e talvez milhões ou centenas de milhões, se tivermos em conta, sobretudo, a dimensão maciça da sua presença na internet”.

Completam a seleção da semana um tratado sobre a autocracia e a erosão democrática ao redor do mundo, ensaios de Contardo Calligaris concluídos pouco antes de sua morte, o novo romance de João Silvério Trevisan e os novos poemas de Marília Garcia, além de outras novidades quentinhas.

Viva o livro brasileiro!

Ler Pessoa. Jerónimo Pizarro.
Tinta-da-China Brasil • 176 pp • R$ 55

Editor-chefe da revista Pessoa Plural e responsável por edições críticas das obras completas de Alberto Caeiro, Álvaro de Campos e Ricardo Reis, Pizarro traça um guia de leitura das diversas personas pessoanas com a ajuda dos muitos pesquisadores, tradutores e editores que se debruçaram sobre seu vasto legado, dedicando especial atenção ao Livro do desassossego e aos heterônimos. Pizarro é também professor da Universidad de los Andes, titular da Cátedra de Estudos Portugueses do Instituto Camões na Colômbia e doutor pelas Universidades Harvard e de Lisboa.

Leia também: Quarenta anos depois, Livro do desassossego, de Fernando Pessoa, segue como bula para a condição humana.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 40% de desconto no site da Tinta-da-China Brasil. Conheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e produtos culturais.

———

O caminho da autocracia: estratégias atuais de erosão democrática. Adriane Sanctis, Conrado Hübner Mendes, Fernando Romani Sales, Mariana Celano de Souza Amaral, Marina Slhessarenko Barreto.
Tinta-da-China Brasil • 176 pp • R$ 59

Pesquisadores do Laut (Centro de Análise da Liberdade e do Autoritarismo) analisam as táticas dos regimes autocráticos de Viktor Orbán (Hungria), Narendra Modi (Índia), Andrzej Duda (Polônia), Recep Tayyip Erdogan (Turquia) e Jair Bolsonaro (Brasil). A despeito do fracasso do bolsonarismo em consolidar o autoritarismo no Brasil, a tentativa de golpe em 8 de janeiro é uma prova de que o extremismo de direita não se dobra a derrotas eleitorais. Por isso a responsabilização pelos ataques aos Poderes e à democracia constitui uma “medida fundamental” para interromper o caminho da autocracia no país.

Leia também: As resenhas, artigos e ensaios dos pesquisadores do Laut para a revista dos livros.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 40% de desconto no site da Tinta-da-China Brasil. Conheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e produtos culturais.

———

O sentido da vida. Contardo Calligaris. 
Pref. Max Calligaris • Paidós • 144 pp • R$ 51,90

Concluído pouco antes de sua morte, em março de 2021, o livro reúne três ensaios do psicanalista italiano nos quais reflete sobre a bizarra obrigação de sermos felizes, a boa morte e o sentido da existência. Baseado em seu trabalho clínico, em suas memórias e em pensadores antigos, Calligaris destaca a importância do presente e o encanto da vida cotidiana.

Ouça também: Com participação de Maria Homem, episódio do podcast 451 MHz homenageia o psicanalista Contardo Calligaris (1948-2021).

———

Meu irmão, eu mesmo. João Silvério Trevisan.
Alfaguara • 256 pp • R$ 64,90

Neste romance autobiográfico, o dramaturgo, cineasta e escritor paulista (três vezes ganhador dos prêmios Jabuti e APCA) fala de sua grande amizade com seu irmão mais novo, Cláudio, que morreu precocemente de câncer linfático aos 48 anos, em 1996 – numa época em que o próprio João Silvério acreditava que teria muito pouco tempo de vida, já que estava infectado pelo vírus HIV.

Leia também: Lançada em 1986, obra de João Silvério Trevisan que trata da homossexualidade ao longo da história do Brasil ganha edição ampliada.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da Companhia das Letras. Conheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e produtos culturais.

———

Expedição: nebulosa. Marília Garcia. 
Companhia das Letras • 112 pp • R$ 64,90

Primeira escritora brasileira a receber o prêmio Oceanos (com os poemas de Câmera lenta, de 2017), Marília Garcia agora se inspira na figura mitológica da ninfa Eco para costurar recordações sobre os eventos do cotidiano, os vínculos afetivos, o luto pela perda dos entes queridos e os lugares pelos quais passou.

Leia também: Com título emprestado de museu, livro de Marília Garcia, vencedora do prêmio Oceanos, explora ruínas do Rio.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da Companhia das Letras. Conheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e produtos culturais.

———

Vapt-vupt
+ novidades quentinhas

Amanhã o sexo será bom novamente: mulheres e desejo na era do consentimento. Katherine Angel.
Trad. Rita Paschoalin • Bazar do tempo • 144 pp • R$ 54

A acadêmica britânica discute o impacto das normas ocidentais sobre a capacidade das pessoas em realizar o que desejam em sua vida sexual.

Conversas que não tive com a minha mãe. Felipe Brandão.
Oficina Raquel • 96 pp • R$ 59

O editor da Planeta fala das boas lembranças que guarda de sua mãe e da esperança que nasce em momentos em que tudo parece impossível.

Enquanto houver limoeiros. Zoulfa Katouh.
Trad. Laura Folgueira • Verus • 364 pp • R$ 59,90

No romance, uma jovem estudante de farmácia da Síria se torna voluntária em um hospital quando irrompe a guerra civil.

MATA bolsonarismo. Mirna Wabi-Sabi, Eduardo Barbosa, Felipe Lott e Fabio Teixeira.
Plataforma 9 • 78 pp • R$ 39

A antologia reúne artigos sobre a vida dos indígenas, negros e favelados sob o estado de exceção no Brasil e o bolsonarismo enquanto expressão do nacionalismo como religião.

Palmas para o bicho que ele merece! Laulau e Laurabeatriz.
Companhia das Letrinhas • 32 pp • R$ 59,90

O livro infantojuvenil tem textos ilustrados sobre os animais dos biomas brasileiros (Pantanal, Cerrado, Floresta Amazônica), como o tamanduá-bandeira, o jacaré e o zorrilho.

———

Faça parte da revista dos livros! Assine a Quatro Cinco Um.

Quem escreveu esse texto

Mauricio Puls

É autor de Arquitetura e filosofia (Annablume) e O significado da pintura abstrata (Perspectiva), e editor-assistente da Quatro Cinco Um.

Marília Kodic

Jornalista e tradutora, é co-autora de Moda ilustrada (Luste).

Matéria publicada na edição impressa #59 em junho de 2022.