451,

Episódio especial do 451 MHz contará como foi o 25 de Abril

Em formato narrativo, brasileiros e portugueses relatam como um levante popular derrubou a mais longa ditadura da Europa

17abr2024 - 16h37 • 07maio2024 - 14h08
Populares em festa num carro de combate em Lisboa, durante a Revolução dos Cravos em 25 de abril de 1974 (Reprodução)

O novo episódio do 451 MHz não irá ao ar nesta sexta, como de costume, mas na próxima quinta, 25 de abril. E o motivo é um marco histórico: em formato narrativo, o episódio especial do podcast da revista dos livros vai discutir como nasce a democracia. Ou contar como, há cinquenta anos, uma revolução popular derrubou a mais longa ditadura da Europa.

O especial sobre a Revolução dos Cravos vai contar como foi o 25 de Abril, o primeiro dia do levante com flores (no lugar de balas) nos fuzis que mudou radicalmente a vida em Portugal, com reflexos no mundo todo. Uma revolução que, contrariando o que havia previsto a famosa frase do músico e ativista norte-americano Gil Scott-Heron, foi sim televisionada e radiodifundida.

Quem conta essa história são brasileiros e portugueses que testemunharam o movimento militar e popular em 1974. O jornalista e escritor Ruy Castro, um dos maiores biógrafos e cronistas do país, conta como, aos 26 anos, se tornou quase acidentalmente um dos únicos correspondentes brasileiros a cobrir a queda do regime fundado por António de Oliveira Salazar nos anos 30.

Autor de Salazar e os fascismos (Tinta-da-China Brasil, 2023), o historiador português Fernando Rosas explica como o ditador conseguiu ficar tantos anos no poder e implantar um regime hoje considerado fascista. Já a romancista Dulce Maria Cardoso, autora de O retorno, fala sobre a grande experiência histórica dos portugueses que voltaram das colônias quando o império se desfez.

O episódio traz ainda o relato de outro grande historiador, o brasileiro Luiz Felipe de Alencastro, radicado na França, que relembra episódios curiosos do clima cultural e político na Europa na época, e da jornalista Joana Gorjão Henriques, que trabalha com a questão do racismo em Portugal e se considera uma filha do 25 de Abril.

Mais na Quatro Cinco Um

O episódio em formato narrativo tem a coordenação do jornalista Leão Serva, que também assina o roteiro junto com o diretor da Quatro Cinco Um, Paulo Werneck. Também colaboraram na preparação a editora executiva Beatriz Muylaert, a produtora Ashiley Calvo e o editor Amauri Arrais.

O especial do 451 MHz é parte da cobertura que lembra os cinquenta anos da Revolução dos Cravos, com publicações também no site e na edição 80 da revista dos livros, que tem como tema “Como nasce a democracia”. A edição traz entrevistas com Ruy Castro, Dulce Maria Cardoso e com o fotógrafo Sebastião Salgado, cujas imagens históricas da festa em Lisboa e dos atos de independência das ex-colônias portuguesas ilustram todo o material.

A Quatro Cinco Um publica o podcast e o material da revista com o apoio do Camões Instituto da Língua Portuguesa e da Fundação Fernando Henrique Cardoso.