451, A Feira do Livro,

A Feira do Livro 2024 vem aí

A terceira edição do festival será realizado entre 29 de junho e 7 de julho, na praça Charles Miller, no Pacaembu, em São Paulo

02fev2024 - 15h05 • 15maio2024 - 10h45 | Edição #79

Depois de duas edições de grande repercussão, A Feira do Livro está de volta — e num formato maior. A Associação Quatro Cinco Um e a Maré Produções, organizadoras do evento, estendem a duração de cinco para nove dias, pegando a última semana letiva do primeiro semestre, e parte do feriado paulista de 9 de Julho.

Dessa maneira, segundo Paulo Werneck, diretor cultural d’A Feira do Livro, será possível realizar a visitação de escolas durante a semana, com atividades educativas, contação de histórias e encontros com escritores. Nos fins de semana, a programação volta ao perfil que marcou as duas primeiras edições, com autores queridos pelo público, buscando a mistura de perfis, origens e ideias. Segundo Werneck, o pluralismo, o apartidarismo e a bibliodiversidade serão os eixos que nortearão a curadoria, que deve ser divulgada em meados de março.

Na arquitetura, A Feira do Livro também prepara novidades, sempre mantendo o espírito de uma “aldeia” efêmera em pleno asfalto paulistano, nas palavras de Álvaro Razuk, diretor de arte e arquitetura. Além dos dois palcos em que os autores se apresentam, Razuk projetou palcos “pocket”, que estarão espalhados entre os estandes das editoras e poderão receber pequenos debates e lançamentos de livros, multiplicando os espaços de programação pelos 15 mil metros quadrados da praça.

Em 2023, A Feira do Livro atraiu 35 mil pessoas durante os cinco dias de realização, no feriado de Corpus Christi. Mais de 150 expositores, entre editoras, livrarias, instituições voltadas ao livro e à leitura e apoiadores levaram a sua produção para a rua. O evento trouxe para a cidade o conceito de feira de livros a céu aberto, como nas que ocorrem em Lisboa e Porto Alegre.

Matéria publicada na edição impressa #79 em março de 2024.