Livros e Livres,

Páginas ainda mais diversas

Quatro Cinco Um amplia a cobertura sobre temas LGBTQIA+, que ganham editoria fixa

01jun2023

A Quatro Cinco Um amplia neste mês de junho a cobertura literária com a criação de uma nova editoria, a Livros e Livres, a fim de dar mais visibilidade aos títulos com temática LGBTQIA+ — uma produção historicamente marginalizada que vem ganhando mais espaço e relevância a cada ano. A editoria multiplataforma tem o apoio do Fundo de Direitos Humanos dos Países Baixos e vai abordar não só a literatura tradicional como os livros de não ficção, discutindo as pautas e a defesa dos direitos dessa parcela da população por meio dos lançamentos no país.

A seção terá como editor Renan Quinalha, advogado, professor de direito e autor de, entre outros títulos, Movimento LGBTI+: uma breve história do século xix aos nossos dias (Autêntica, 2022). Pesquisador dedicado à memória LGBTQIA+ e ao direito à cidadania, Quinalha integrou a Comissão da Verdade, instaurada pelo governo de Dilma Rousseff, em 2012, quando passou a explorar também as marcas da violência e do autoritarismo deixadas pela ditadura militar brasileira.

“Os livros foram ajudando a me construir e me identificar como um homem gay, e todo esse repertório sobre ativismo e a memória dessas lutas foram me encantando cada vez mais”, diz. “Vi que esse caminho dos estudos da história e da memória era algo que me interessava não só do ponto de vista acadêmico, mas de modo pessoal, para entender de onde vim e que caminhos foram sendo abertos para permitir que eu me identificasse do modo como sou hoje.”

Em junho, ele lança Novas fronteiras das histórias LGBTI+ no Brasil, pela editora Elefante, organizado em parceria com o professor Paulo Souto Maior, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Com 24 artigos inéditos, divididos em três seções (Fronteiras Temporais, Territoriais e Temáticas), o livro procura mapear e dar mais visibilidade à produção acadêmica sobre o tema, sobretudo de épocas, regiões e identidades pouco exploradas até então, com trabalhos que enfocam desde a vivência queer numa comunidade indígena à experiência de uma travesti evangélica.

“Apesar de alguns antecedentes importantes, antes dos anos 2000, acho que podíamos contar nos dedos as publicações sobre diversidade sexual e de gênero no Brasil”, diz Quinalha, que vê um ponto de virada nas últimas duas décadas. “Cada vez que eu olho para outros lugares e realidades e vou a eventos acadêmicos vejo uma quantidade de novos trabalhos e pessoas que têm chegado ao campo, um movimento muito interessante e animador.”

Este espaço vai servir para trazer mais diversidade de experiências, entendimentos e identidades

O mesmo movimento se dá na ficção, com o surgimento de novos títulos e autores dedicados ao tema, inclusive no segmento infantojuvenil, que a nova editoria deve destacar. A ideia é que Livros e Livres promova uma articulação entre referências clássicas e autores consagrados com novas vozes. A cobertura será realizada ao longo deste ano, com livros escolhidos por critérios sociais, culturais e artísticos, resenhados por críticos especializados e leitores de destaque em diferentes áreas da cultura brasileira, para trazer mais pluralidade aos conteúdos publicados nas diferentes plataformas da Quatro Cinco Um. A editoria ganha ainda mais alcance com destaques no podcast 451 MHz e uma newsletter mensal.

Tornar-se um importante canal amplificador de assuntos relacionados à comunidade LGBTQIA+ é também uma das ambições de Livros e Livres, que não pretende segmentar os temas, e sim trazê-los para o centro do debate, reverberando para um público mais amplo. “Esse espaço vai servir para trazer mais diversidade de experiências, entendimentos e identidades de um campo que não é homogêneo, nem nas ciências sociais e humanas nem no meio ficcional literário”, afirma Quinalha. “Vamos explorar também essas diferenças e tensões todas, trazendo vozes de maneira plural.”

Assine a newsletter Livros e Livres e acompanhe nossa cobertura de títulos com temática LGBTQIA+

A editoria Livros e Livres, focada em títulos com temática LGBTQIA+, tem o apoio do Fundo de Direitos Humanos da Embaixada do Reino dos Países Baixos.

Editoria com apoio do Fundo de Direitos Humanos da Embaixada do Reino dos Países Baixos

Desde 2023, o Fundo de Direitos Humanos da Embaixada do Reino dos Países Baixos apoia a cobertura especial Livros e Livres, dedicada a títulos com temática LGBTQIA+

Quem escreveu esse texto

Amauri Arrais

É jornalista, editor e criador de conteúdo.