Listão da Semana,

Coletânea de contos de Eliana Alves Cruz e mais 11 lançamentos

O novo romance de Domenico Starnone, visões sobre a liberdade por Maggie Nelson, um manual para policiais antifascistas e um romance existencial de Rute Simões Ribeiro

05out2022 - 13h40 | Edição #62

Após assistir pela televisão à notícia sobre a morte de Marielle Franco, o professor de matemática Flávio — personagem de um dos contos de A vestida, de Eliana Alves Cruz, que chega nesta semana às livrarias — cerra as cortinas e decide “desaparecer sem alarde, devagar e sem prévio aviso. Não sabe precisar quanto tempo ficou na escuridão, mas não viu quando os próprios alunos marcharam pelo direito de estudar. Não acompanhou os professores em tribunas, ruas e redes sociais levantando vozes. Não observou quando expulsaram quem tentava invadir a escola para vigiar e punir. Não viu quando se deram as mãos”. Mas, alguns dias depois, Flávio desperta da desesperança tórpida. Abre os olhos e ouve de sua companheira: “Eles virão, mas como estaremos firmes formando a muralha, não passarão”.

Completam a seleção da semana o novo romance do italiano Domenico Starnone, quatro visões sobre a liberdade pela norte-americana Maggie Nelson, o roteiro original de um clássico do documentarista Eduardo Coutinho, um manual para policiais antifascistas e um romance existencial de Rute Simões Ribeiro.

Viva o livro brasileiro!

 

A vestida. Eliana Alves Cruz.
Malê • 114 pp • R$ 46

Os quinze contos dessa coletânea abordam temas como o antirracismo, o feminismo e os problemas sociais do Brasil. Os textos são escritos em diversos gêneros literários — desde o afrofuturismo do primeiro conto, “Cidade espelho”, que descreve o próspero país de Justiçópolis, até a atmosfera melancólica de “A vestida”, inspirado em uma foto tirada por Dulce Soares que mostra uma série de vestidos de noiva em um brechó da rua São Caetano, em São Paulo.

Leia também: Eliana Alves Cruz traça a saga contemporânea das trabalhadoras domésticas no Brasil.

———

Dentes. Domenico Starnone.
Trad. Maurício Santana Dias • Todavia • 176 pp • R$ 64,90/ 44,90

O escritor italiano Domenico Starnone constrói uma narrativa cômica em que um homem faz uma peregrinação por dentistas após perder os dentes incisivos durante uma discussão com a mulher, motivada por ciúme. O livro ganhou uma adaptação para o cinema dirigida por Gabriele Salvatores. Em 2001, Starnone venceu o prêmio Strega. Tem traduzidos para o português os romances Laços, Assombrações e Segredos.

Leia também: Em entrevista, Starnone fala sobre relações amorosas, literatura e o amor nos tempos da covid-19.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da editora Todavia. Conheça o nosso clube de benefícios.

———

Sobre a liberdade: quatro canções sobre cuidado e repressão. Maggie Nelson.
Trad. Floresta • Companhia das Letras • 384 pp • R$ 99,90/44,90

Em seu décimo livro, a doutora em literatura e ganhadora de vários prêmios literários Maggie Nelson investiga a questão da liberdade contemporânea em quatro áreas: arte, sexo, drogas e clima. Ela observa que a liberdade não constitui um estado que pode ser alcançado, mas sim um conjunto de práticas, e sustenta que estratégias de vida aparentemente libertárias (como o vício em drogas ou o uso de combustíveis fósseis) na realidade aprisionam as pessoas na servidão. 

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da editora Companhia das Letras. Conheça o nosso clube de benefícios.

———

O primeiro cabra. Eduardo Coutinho.
Org. Carlos Alberto Mattos • IMS • download gratuito a partir de 6/10

O Instituto Moreira Salles (IMS) publica o roteiro original do filme Cabra marcado para morrer, de Eduardo Coutinho (1933-2014), acompanhado de um ensaio do organizador Carlos Alberto Mattos, imagens históricas das filmagens e dos seus protagonistas e um breve histórico do projeto, que começou a ser rodado em 1964, mas foi interrompido após o golpe. Retomado em 1981, o filme só foi lançado em 1984. 

Leia também: Filme O território mostra a luta do povo Uru-Eu-Wau-Wau em defesa das suas terras.

———

Manual do policial antifascista. Leonel Radde.
Planeta • 160 pp • R$ 44,90

Vereador em Porto Alegre, Radde é um policial civil vegetariano e budista, que enfrenta preconceitos no campo progressista e, ao mesmo tempo, é alvo de constantes ameaças de morte feitas por militantes de direita e grupos neonazistas. Dedica seu mandato à defesa dos direitos humanos e ao combate ao nazifascismo, que hoje conta com quinhentas células e 10 mil membros. 

Leia também: Para professora de Harvard, a relação entre policiais e cidadãos indica o tipo de democracia na qual se vive.

Ouça também: Em episódio do podcast 451 MHz, a pesquisadora Poliana Ferreira e o jornalista André Caramante discutem a violência policial no Brasil.

———

A breve história da menina eterna. Rute Simões Ribeiro.
Nós • 96 pp •  R$ 55

Neste romance, uma menina ingênua cresce sem saber que a vida tem fim, imaginando que as pessoas simplesmente desaparecem. Ao descobrir a inevitabilidade da morte, ela se pergunta sobre o sentido de uma existência condenada ao fim: para que viver, se existe um desfecho desesperador à nossa espera?

———

Vapt-vupt
+ novidades quentinhas

Desenhos ocultos. Jason Rekulak.
Trad. Jaime Biaggio • Intrínseca • 384 pp • R$ 69,90/46,90

Uma jovem recém-saída de uma reabilitação arruma um emprego de babá na casa de um casal cujo filho começa a fazer desenhos que retratam um crime bárbaro. 

Livre. Lea Ypi.
Todavia • 304 pp • R$ 79,90/59,90

Em seu livro de memórias, a escritora e cientista política albanesa descreve sua infância durante o regime comunista de Enver Hoxha.

O adeus do marujo. Flávia Bomfim.
Pallas • 48 pp • R$ 89

Biografia de João Cândido (1880-1969), que liderou a Revolta da Chibata no Rio de Janeiro em novembro de 1910.

Proust e as artes. Roberto Machado.
Todavia • 240 pp • R$ 74,90/49,90

O professor de filosofia na UFRJ e estudioso de Nietzsche, Foucault e Deleuze investiga a presença da literatura, da pintura e da música na principal obra de Proust.

Quero-quero na várzea: poemas. Sylvio Fraga.
Todavia • 80 pp • R$ 54,90/39,90

O poeta e compositor musical reúne versos sobre a vida das plantas e dos animais e nosso relacionamento com a natureza.

———

Faça parte da revista dos livros! Assine a Quatro Cinco Um.

Quem escreveu esse texto

Marília Kodic

Jornalista e tradutora, é co-autora de Moda ilustrada (Luste).

Mauricio Puls

É autor de Arquitetura e filosofia (Annablume) e O significado da pintura abstrata (Perspectiva), e editor-assistente da Quatro Cinco Um.

Matéria publicada na edição impressa #62 em julho de 2022.