Encontro de Leituras,

Djamila Ribeiro é a convidada do Encontro de Leituras de junho

Escritora e filósofa conversa com leitores brasileiros e portugueses sobre o livro de memórias ‘Cartas para minha avó’

23maio2024 - 16h54 • 24maio2024 - 12h32
(Marlos Bakker)

As duzentas páginas da autobiografia Cartas para minha avó carregam o resultado de um processo que custou — e muito — a Djamila Ribeiro. Para a filósofa, foi difícil elaborar algumas dores após revisitar as memórias de sua família. Ela, no entanto, assegura que este é o livro que mais gostou de escrever.  

O relato memorialístico é o tema de junho do Encontro de Leituras, parceria editorial entre o jornal português PÚBLICO e a Quatro Cinco Um em torno de livros publicados nos dois lados do Atlântico. O encontro online acontece na terça-feira, 11 de junho, às 18h do Brasil e às 22h de Portugal. Cartas para minha avó, lançado no Brasil pela Companhia das Letras (2021), acaba de sair também em Portugal, pela Caminho (2024). 

“Foi importante entrar em contato com (e reconhecer) esse feminino na minha família. São quatro mulheres negras em diálogo — eu, minha mãe, minha avó e minha filha —, trazendo esse lugar da valorização desse cuidado, que não é reconhecido na nossa sociedade. Coloco essas mulheres em um lugar de protagonismo na construção das nossas famílias”, disse a autora, em 2022, à Quatro Cinco Um

Na época, ela acabara de lançar presencialmente a obra n’A Feira do Livro. Como coordenadora do selo Sueli Carneiro, da editora Jandaíra, e da coleção Feminismos Plurais, da editora Pólen, ela contou sobre a importância desse lançamento em um mercado editorial ainda dominado por homens brancos.

“Uma pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro mostrou que 90% dos livros publicados são de pessoas brancas. Hoje publico na Companhia das Letras, tenho livros na lista dos mais vendidos, mas eu me publiquei primeiro, com Lugar de fala, em 2017. Publiquei também outros autores negros, e isso fez com que outras editoras olhassem para nós”, disse. 

O acesso ao clube do Encontro de Leituras é gratuito, o evento é aberto a todos que queiram participar e pode ser acessado através do ID 821 5605 8496 e da senha de acesso 719623. Para se inscrever, basta acessar este link.

O evento não é transmitido nas redes, nem disponibilizado depois. Os melhores momentos são publicados no podcast Encontro de Leituras, disponível no Spotify, Apple Podcasts, SoundCloud ou outros aplicativos habituais.

Na última edição, realizada em maio, a escritora e roteirista Tati Bernardi abordou temas como família, filhos, sexo, trabalho, literatura, machismo e saúde mental com o livro Homem-objeto e outras coisas sobre ser mulher, coletânea de crônicas publicadas desde 2013 na Folha de S.Paulo.

Parceria intercontinental 

O Encontro de Leituras junta leitores de língua portuguesa e discute romances, ensaios, memórias, literatura de viagem e obras de jornalismo literário na presença de um escritor, editor ou especialista convidado. A parceria entre o PÚBLICO e a Quatro Cinco Um inclui um espaço editorial fixo nos dois veículos e uma newsletter mensal sobre o trânsito literário e editorial entre os países de língua portuguesa.