451,

A Feira do Livro 2023 para ver e rever

Debates e apresentações com os mais de cinquenta autores brasileiros e estrangeiros que passaram pela programação do festival literário estão disponíveis no YouTube

22ago2023 - 16h01 | Edição #73

A líder indígena Txai Suruí falando dos escritos de e sobre os povos originários, o pensamento feminista negro debatido por autoras como Cida Bento, Sueli Carneiro e Patricia Hill Collins, o encontro entre Itamar Vieira Junior e Ana Maria Gonçalves e uma edição ao vivo do Foro de Teresina. Essa é só uma amostra dos mais de cinquenta autores brasileiros e estrangeiros que passaram pelos dois palcos d’A Feira do Livro 2023, e cujas apresentações estão disponíveis, de graça, no canal do festival literário no YouTube.

Com uma programação intensa, de 7 a 11 de junho, autoras e autores de diferentes origens trataram de temas como literatura, poesia, ciência, história, arte, direitos humanos, saberes tradicionais e outras milongas mais. Em sua segunda edição, a Feira reuniu em cinco dias um público de mais de 30 mil pessoas na praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu, em São Paulo, com eventos totalmente gratuitos, promovendo o livro e a leitura e aproximando escritores e leitores.


A escritora Patricia Hill Collins [Foto de Sean Vadaru]
 

Mas se você não foi uma das milhares de pessoas que passaram pelo evento — ou se foi, mas constatou que era impossível acompanhar todas as mesas — pode conferir o que aconteceu nos palcos Praça e do auditório Armando Nogueira, em apresentações com áudio original ou com dublagem em português.

Pelo canal d’A Feira no YouTube, é possível ver (ou rever) a mesa de abertura do evento, em que público e palestrantes se reuniram numa bonita homenagem ao jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Araújo Pereira, mortos durante uma expedição ao Vale do Javari em 2022. Também dá para acompanhar o poeta Jericho Brown, prêmio Pulitzer de poesia, ler versos do seu A tradição ou conferir encontros de gerações como entre a cartunista Laerte e Pedro Vinício, fenômeno da internet com seus posts bem humorados sobre saúde mental, que lançou no evento o seu livro de estreia Tirando tudo tá tudo bem (Cobogó).


Mesa de abertura da Feira do Livro 2023 (da esq. para a dir.): o músico e jornalista Xavier Bartaburu, o editor Paulo Werneck, o jornalista Tom Phillips e as antropólogas Manuela Carneiro da Cunha e Hanna Limulja [Foto de Gabriel Guarany]

Realizada pela Associação Quatro Cinco Um, organização sem fins lucrativos que publica a revista dos livros, e pela Maré Produções, A Feira do Livro também reuniu ainda 144 expositores, das grandes editoras às independentes e até mesmo um sebo recém-inaugurado, com uma programação paralela de lançamentos, sessões de autógrafo, leituras e oficinas.

Matéria publicada na edição impressa #73 em agosto de 2023.