Repertório 451 MHz,

451 MHz #7: bruxas, ruas do Rio, censura

O podcast da Quatro Cinco Um recebe os historiadores Rui Luis Rodrigues e Luiz Antônio Simas e o escritor Ricardo Lísias

17out2019 - 16h25

Está no ar o sétimo episódio do 451 MHz, o podcast da revista dos livros! Duas vezes por mês, trazemos entrevistas, debates e informações sobre os livros mais legais publicados no Brasil. 

No programa desta semana, os temas são bruxas, ruas do Rio e censura.

No primeiro bloco, o apresentador Paulo Werneck e Paula Carvalho, editora da Quatro Cinco Um, falam com o historiador Rui Luis Rodrigues sobre bruxaria, um dos temas da edição de outubro da revista, que traz Fernanda Montenegro na capa.

No segundo bloco, Werneck fala com o historiador e escritor Luiz Antonio Simas sobre religiões afro-brasileiras e seu novo livro de crônicas sobre o Rio de Janeiro, O corpo encantado das ruas.

Por fim, uma bônus track apresenta um papo rápido com o escritor Ricardo Lísias sobre arte e literatura e a sombra de censura que paira sobre elas.

Ouça o episódio aqui e agora: 

A página Repertório 451 MHz reúne os links para o último episódio e para os livros citados, listas, além de imagens, sugestões de leitura e outras indicações para se aprofundar nos temas discutidos. 

O podcast 451 MHz pode ser ouvido gratuitamente no site da revista e também nos principais tocadores de podcasts. Ele é publicado na primeira e na terceira sexta-feira de cada mês. 

A apresentação é do editor Paulo Werneck e a direção é da jornalista Paula Scarpin, da Rádio Novelo, start-up de podcasts que produz o 451 MHz para a Associação Quatro Cinco Um. Para contribuir com a realização do podcast, convidamos você a fazer uma assinatura da Quatro Cinco Um, a revista dos livros.

Bloco 1 (4:20)
Rui Luis Rodrigues, com participação especial de Paula Carvalho


Rui Luis Rodrigues [Arquivo pessoal]

No primeiro bloco, Paulo Werneck e Paula Carvalho, da Quatro Cinco Um, entrevistam o historiador Rui Luis Rodrigues, doutor em história social pela USP e professor de história moderna na Unicamp. Ele fala sobre a crença e o temor relacionado à bruxaria, o processo histórico de caça às bruxas que se iniciou no final da Idade Média e a ressignificação da bruxaria na atualidade. Filosofia e magia naturais, feminismo e o apocalipse, além do fenômeno da série literária Harry Potter, de J.K. Rowling, são alguns dos temas abordados na conversa.

Na edição de outubro da Quatro Cinco Um, Rui Luis Rodrigues resenha os livros As bruxas: intriga, traição e histeria em Salem, de Stacy Schiff (Zahar), História da bruxaria, de Jeffrey B. Russell e Alexander Brooks, e Mulheres e caça às bruxas: da Idade Média aos dias atuais, de Silvia Federici (Boitempo). Federici concedeu uma entrevista exclusiva a Paula Carvalho, que também assina, na edição de outubro da Quatro Cinco Um, uma crônica em que narra a experiência em um curso de bruxaria em Santo André, em São Paulo. Vale a leitura!


Paula Carvalho [Arquivo pessoal]

Um parêntese (26:35)
Amazon KDP

E você, ouvinte-escritor do 451 MHz, não precisa fazer nenhuma bruxaria pra ter sua obra publicada. É só usar o KDP, a ferramenta de autopublicação da Amazon, parceira do nosso podcast desde o primeiro episódio. O KDP permite que você mesmo publique seu livro e disponibilize para os leitores no formato digital ou físico. É simples e em até 72 horas, seu livro aparece nas lojas Kindle do mundo inteiro, sem mágica nenhuma. Conheça mais em kdp.amazon.com.br.

Bloco 2 (27:10)
Luiz Antonio Simas


Luiz Antonio Simas [Divulgação]

O historiador e escritor Luiz Antonio Simas é o convidado do segundo bloco do episódio. "Gosto de dizer que sou um historiador das desimportâncias da cidade", diz ele, que acaba de lançar o livro de crônicas O corpo encantado das ruas (Civilização Brasileira), em que destrincha as ruas e os personagens do Rio de Janeiro — o livro ganhou uma resenha na edição de novembro da Quatro Cinco Um.

Na conversa, Simas fala sobre os registros e materiais da cultura carioca, abordando questões como o branqueamento racial e cultural do brasileiro e as estratégias de sobrevivência do que chama de "culturas de fresta". Ele também conta curiosidades como a existência de uma lei de vadiagem na primeira República, e comenta a trajetória de perseguição aos terreiros e casas de culto — o chamado terrorismo religioso. Em tom mais descontraído, ele também lista sinônimos para cachaça: desmancha samba, amansa corno, moça branca e por aí vai…

Na edição de agosto da Quatro Cinco Um, Simas resenhou o livro História do Rio de Janeiro em 45 objetos (FGV Editora), organizado por Paulo Knauss, Isabel Lenzi e Marize Malta. Na revista de novembro, ele escreve sobre Batuque, samba e macumba: estudos de gesto e de ritmo, de Ceclia Meireles (Global).

Bônus track (38:55)
Ricardo Lísias

Na bônus track, Ricardo Lísias, um dos convidados no clube de leitura que a Quatro Cinco Um realiza em parceria com a Japan House São Paulo, conversa com Paulo Werneck sobre o clima de censura que paira sobre a arte e a literatura atualmente. Em 2017, Lísias assinou um romance sob o pseudônimo do político Eduardo Cunha — que o processou (e perdeu). "A ação da justiça destruiu o meu trabalho", conta o escritor.

Colaborador da Quatro Cinco Um, Lísias escreveu sobre direito, arte e liberdade em uma resenha publicada em junho deste ano. Ele também já publicou textos na revista sobre Enrique Vila-Matas, Yasunari Kawabata e, mais recentemente, na edição de outubro, Michel Houellebecq.

Ficha técnica:
O 451 MHz é uma produção da Rádio Novelo para a Quatro Cinco Um
Apresentação: Paulo Werneck
Direção: Paula Scarpin
Edição: Luiza Silvestrini, Évelin Argenta, Mari Romano e Paula Scarpin
Produção: Aline Scudeller
Produção musical: Guilherme Granado e Mario Cappi 
Finalização e mixagem: João Jabace
Identidade visual: Quatro Cinco Um
Coordenação digital: Kellen Moraes
Gravado nos estúdios Tyranosom e Rastro
Para falar com a equipe: [email protected]