Repertório 451 MHz,

451 MHz #3: Inteligência artificial, arte e mulheres, desmilitarização

Ouça aqui e agora o terceiro episódio do nosso podcast — e conheça os livros e autores citados pelos convidados

16ago2019 - 04h51

Está no ar o terceiro episódio do 451 MHz, o podcast da revista dos livros!

Duas vezes por mês, trazemos entrevistas, debates e informações sobre os livros mais legais publicados no Brasil. 

Neste programa, tratamos de três assuntos contemporâneos até a medula: inteligência artificial, feminismo na arte e a crise da segurança pública no Brasil.

Os nossos convidados são o escritor e colaborador da Quatro Cinco Um Daniel Galera; Lilia Schwarcz e Mariana Leme, ambas da equipe de curadoria do Masp; e os antropólogos Luiz Eduardo Soares e Gabriel Feltran. Ouça o episódio aqui e agora: 

A página Repertório 451 MHz reúne o link para o último episódio, além de links para os livros citados, listas, imagens, sugestões de leitura e outras indicações para se aprofundar nos temas discutidos. Você pode recebê-la no seu e-mail às 4h51 do dia de publicação de cada novo episódio.

Uma semana depois da publicação do episódio, a íntegra das entrevistas estará disponível no site da revista, com acesso apenas para assinantes da Quatro Cinco Um

O podcast 451 MHz pode ser ouvido gratuitamente no site da revista e também nos principais tocadores de podcasts. Ele é publicado na primeira e na terceira sexta-feira de cada mês. 

A apresentação é do editor Paulo Werneck e a direção é da jornalista Paula Scarpin, da Rádio Novelo, start-up de podcasts que produz o 451 MHz para a Associação Quatro Cinco Um. Para contribuir com a realização do podcast, convidamos você a fazer uma assinatura da Quatro Cinco Um, a revista dos livros.

Bloco 1 (3:10)
Daniel Galera

No primeiro bloco, o romancista Daniel Galera, que é um aficionado por tecnologia e games, conversa com o apresentador Paulo Werneck sobre literatura e inteligência artificial.


Daniel Galera [Henrique Fanti]

Galera resenhou o romance Máquinas como eu, de Ian McEwan, na edição da Quatro Cinco Um de agosto. No livro, ambientado na Inglaterra dos anos 1980, o autor britânico imagina que, ao contrário da verdade histórica, o país perdeu a Guerra das Malvinas para a Argentina, e que o cientista Alan Turing, tendo sobrevivido à perseguição que de fato o levou ao suicídio, aperfeiçoou seus conhecimentos de computação, acelerando o desenvolvimento da inteligência artificial.

Galera discute a relação de atração e certo desprezo de McEwan em relação à ficção especulativa e científica, gêneros historicamente desprezados pela crítica, mas atualmente em grande expansão. Ele também comenta detalhes da trama e a forma que McEwan escolhe para tratar a inteligência dos robôs. 

Um parêntese (13:35)
Prêmio Amazon Kindle

(Antes de partir pro segundo bloco, eu queria abrir um parêntese para trazer um recado do nosso parceiro Amazon Kindle, que apoia o 451 MHz desde o primeiro episódio. As inscrições para o 4º Prêmio Kindle de Literatura abriram agora no dia 15 de agosto. É uma grande oportunidade para você – que além de leitor com os olhos e com os ouvidos, também arrisca umas mal traçadas linhas e tem um manuscrito aí na gaveta. Pra se inscrever, você só precisa publicar um livro inédito no KDP, a ferramenta de autopublicação da Amazon.

Em 2019, o prêmio é uma parceria da Amazon.com.br com Prime Video e a editora Nova Fronteira – e tem uma novidade.  O vencedor, além de levar o prêmio de 30 mil reais e o contrato de publicação do livro impresso pela Nova Fronteira, ainda concorre, com outros premiados de vários países, a ter seu livro adaptado para uma obra audiovisual no Prime Video. Se for o vencedor, recebe 10 mil dólares de adiantamento. Lembrando que as inscrições já estão abertas, e duram até o dia 15 de outubro.)

Bloco 2 (14:41)
Lilia Schwarcz e Mariana Leme

No segundo bloco, o 451 MHz fala sobre as histórias das mulheres que começam a ser contadas no próximo dia 23, quando abre no Masp a exposição Histórias das mulheres: artistas até 1900. Duas das três curadoras da mostra, Lilia Schwarcz e Mariana Leme, comentam no podcast o processo de pesquisa, os apagamentos das artistas mulheres na história e na crítica de arte e as descobertas  que fizeram no meio do caminho.


Lilia Schwarcz [Divulgação]

Um caprichado livro publicado por ocasião da exposição reúne biografias, obras e informações sobre pintoras e escultoras localizadas pelas curadoras em cinco séculos de arte — e muito mais ainda na arte antiga: a exposição mostra um tecido pré-colombiano (siguas III, comodato MASP Landmann), datado do século 1, que foi produzido por uma mulher.


Mariana Leme [Victoria Negreiros]

As curadoras ainda comentam o sucesso recente da exposição Tarsila popular, recorde de público do Masp, e o machismo entranhado no discurso dos críticos e historiadores da arte. 

Bloco 3 (26:56)
Luiz Eduardo Soares e Gabriel Feltran


Luiz Eduardo Soares [Gabriel Sayad]

O terceiro bloco do podcast põe em pauta um tema urgente: a crise da segurança pública no Brasil. Com número crescente de mortes em presídios e nas ruas, afetando sobretudo a população negra e pobre, o país insiste em estratégias fracassadas.


Gabriel Feltran [Arquivo Pessoal]

Em seu livro mais recente, Desmilitarizar, publicado pela editora Boitempo, o antropólogo Luiz Eduardo Soares, com 40 anos de experiência em estudos e gestão da polícia, defende duas medidas a seu ver cruciais para virar o jogo: a desmilitarização das forças de segurança e a legalização das drogas. Ele explica por que isso é necessário com o antropólogo Gabriel Feltran, autor de Irmãos: uma história do PCC (Companhia das Letras), livro que conta as origens e o funcionamento da maior fação criminosa do país. Feltran resenhou o livro de Luiz Eduardo Soares na Quatro Cinco Um de agosto.

Ficha técnica:
O 451 MHz é uma produção da Rádio Novelo para a Quatro Cinco Um
Apresentação: Paulo Werneck
Direção: Paula Scarpin
Edição: Luiza Silvestrini, Mari Romano e Paula Scarpin
Produção: Aline Scudeller
Produção musical: Guilherme Granado e Mario Cappi 
Finalização e mixagem: João Jabace
Identidade visual: Quatro Cinco Um
Coordenação digital: Kellen Moraes
Gravado no estúdio Tyranosom
Para falar com a equipe: [email protected]