451,

Os Melhores Livros de 2017

Veja aqui a seleção dos melhores livros de 2017 feita pelos colaboradores e resenhistas da Quatro Cinco Um

12dez2018 • 02maio2024 | Edição #8 dez.17-fev.18

Arquitetura e Urbanismo

Habitar. Juhani Pallasmaa. Gustavo Gili. votos 1 / resenha na edição 5
São Paulo nas alturas: a revolução modernista da arquitetura e do mercado imobiliário nos anos 50 e 60. Raul Juste Lores. Três Estrelas.  votos 3 / resenha na edição 6

Artes visuais

História do Brasil em 100 fotografias. Ana Cecilia Impellizieri Martins (org.). Bazar do Tempo. votos 1 / ver p. 38
A erótica japonesa na pintura e na escritura dos séculos 17 a 19. Madalena Natsuko Hashimoto Cordaro. Edusp. votos 3 / ver p. 34
Quase escondido. Vane Barini. Fotô Editorial. votos 1
Variações do corpo selvagem. Eduardo Viveiros de Castro. Sesc Ipiranga. votos 1 / ver p. 30

Biografias, DIários e memórias

Anos de formação: os diários de Emilio Renzi. Ricardo Piglia. Todavia.  votos 6 / resenha na edição 7
Confesso que perdi: memórias. Juca Kfouri. Companhia das Letras. votos 1
Frantumaglia: os caminhos de uma escritora. Elena Ferrante. Intrínseca. votos 1 / resenha na edição 7
Instrumental: memórias de música, medicação e loucura. James Rhodes. Rádio Londres. votos 2 / resenha na edição 3
Leonardo da Vinci. Walter Isaacson. Intrínseca. votos 1 / ver p. 22
Lima Barreto: triste visionário. Lilia Moritz Schwarcz. Companhia das Letras. votos 2 / resenha na edição 3
Minha vida na estrada. Gloria Steinem. Bertrand Brasil/Grupo Record. votos 1 / resenha na edição 1
Oswaldo Aranha: uma fotobiografia. Pedro Corrêa do Lago. Capivara. votos 1
Quelé, a voz da cor: biografia de Clementina de Jesus. Felipe Castro; Luana Costa; Janaína Marquesini & Raquel Munhoz. Civilização Brasileira/Grupo Record. votos 1
Stálin: paradoxos do poder (1878-1928). Stephen Kotkin. Objetiva/Grupo Companhia das Letras. votos 1
Tancredo Neves: o príncipe civil. Plínio Fraga. Objetiva/Grupo Companhia das Letras. votos 2 / resenha na edição 1
Uma forma de saudade: páginas de diário. Carlos Drummond de Andrade. Companhia das Letras. votos 2 / ver p. 42
Verdade tropical. Caetano Veloso. Companhia das Letras. votos 2
A vida de Lima Barreto. Francisco de Assis Barbosa. Autêntica. votos 1 / resenha na edição 3

Ciência política

Mulheres, cultura e política. Angela Davis. Boitempo. votos 1
O que é fascismo? e outros ensaios. George Orwell. Companhia das Letras. votos 1
Sobre a tirania: vinte lições do século 20 para o presente. Timothy Snyder. Companhia das Letras. votos 1
A vítima tem sempre razão? Francisco Bosco. Todavia. votos 1 / resenha na edição 7

Ciências sociais

Amor à ciência: ensaios sobre o materialismo darwiniano. José Eli da Veiga. Senac. votos 2 / ver p. 24
Calibã e a bruxa. Silvia Federici. Elefante. votos 2 / ver p. 33
Caminhos da esquerda: elementos para uma reconstrução. Ruy Fausto. Companhia das Letras. votos 1 / ver p. 17
Caminhos divergentes: judaicidade e crítica do sionismo. Judith Butler. Boitempo. votos 1
Comum: ensaio sobre a revolução no século 21. Pierre Dardot & Christian Laval. Boitempo. votos 2
A democracia impedida: o Brasil no século 21. Wanderley Guilherme dos Santos. fgv Editora. votos 1 / resenha na edição 2
A era do imprevisto: a grande transição do século 21. Sérgio Abranches. Companhia das Letras. votos 1
Os fuzis e as flechas: história de sangue e resistência indígena na ditadura. Rubens Valente. Companhia das Letras. votos 1 / ver p. 30
A nação. Marcel Mauss. Três Estrelas. votos 2 / resenha na edição 3
O que é lugar de fala? Djamila Ribeiro. Letramento. votos 1 / resenha na edição 7
Sobre a morte: invariantes culturais e práticas sociais. Maurice Godelier (org.). Edições Sesc. votos 1 / ver p. 28

Crítica literária

Borges babilônico: uma enciclopédia. Jorge Schwartz (org.). Companhia das Letras. votos 3
Ensaios sobre Brecht. Walter Benjamin. Boitempo. votos 1 / ver p. 58
Melancolia. Literatura. Luiz Costa Lima. Editora Unesp. votos 1
Meninas más, mulheres nuas: as máquinas literárias de Adelaide Carraro e Cassandra Rios. Pedro Amaral. Papéis Selvagens. votos 1
O mundo não vai acabar. Tatiana Salem Levy. José Olympio/Grupo Record. votos 1 / resenha na edição 3
A poesia e a crítica. Antonio Cicero. Companhia das Letras. votos 1
Saber noturno, uma antologia de vidas errantes. Tony Hara. Editora Unicamp. votos 1

Divulgação científica

Da cabeça aos pés: histórias do corpo humano. Gavin Francis. Zahar. votos 2 / resenha na edição 2
A vida secreta das árvores. Peter Wohlleben. Sextante. votos 1 / resenha na edição 1
A vida secreta da mente. Mariano Sigman. Objetiva/Grupo Companhia das Letras. votos 2 / resenha na edição 7

Economia

Blockchain revolution: como a tecnologia por trás do bitcoin está mudando o dinheiro, os negócios e o mundo. Don Tapscott & Alex Tapscott. Senai. votos 1 / resenha na edição 2
Capitalismo, socialismo e democracia. Joseph Schumpeter. Editora Unesp. votos 1
A desigualdade no mundo: uma nova abordagem para a era da globalização. Branko Milanovic. Actual Editora. votos 1

Ensaio

A cena interior. Marcel Cohen. Editora 34. votos 5 / resenha na edição 2
Esse cabelo. Djaimilia Pereira de Almeida. LeYa. votos 2
Os homens explicam tudo para mim. Rebecca Solnit. Cultrix. votos 2 / resenha na edição 4
Em louvor da sombra. Junichiro Tanizaki. Penguin/Grupo Companhia das Letras. votos 1
Mais de uma luz: fanatismo, fé e convivência no século 21. Amós Oz. Companhia das Letras. votos 1
Sobre gatos. Doris Lessing. Autêntica. votos 1 / ver p. 48

Filosofia

O buscador da verdade. Idries Shah. Tabla. votos 1
Confissões de Santo Agostinho. Santo Agostinho. Penguin/Grupo Companhia das Letras. votos 1
Enciclopédia, ou dicionário razoado das ciências, das artes e dos ofícios: metafísica – vol. 6. Pedro Pimenta & Maria das Graças de Souza.
Editora Unesp. votos 1 / ver p. 20
O fio perdido: ensaios sobre a ficção moderna. Jacques Rancière. Martins Fontes. votos 1 / ver p. 56
Impressões de Michel Foucault. Roberto Machado. n-1 Edições. votos 1
Mutações: entre dois mundos. Adauto Novaes (org.). Edições Sesc. votos 1
Negri no trópico 23º 26′ 14″. Homero Santiago; Jean Tible & Vera Telles (org.). n-1 Edições. votos 1
O príncipe. Maquiavel. Editora 34. votos 1 / ver p. 18
A verdade do mundo técnico: ensaios sobre a genealogia da atualidade. Friedrich Kittler. Contraponto. votos 1

História

1499: o Brasil antes de Cabral. Reinaldo José Lopes. HarperCollins. votos 1
Dicionário analítico do ocidente medieval. Jacques Le Goff & Jean-Claude Schmitt. Editora Unesp. votos 2
A diplomacia na construção do Brasil: 1750-2016. Rubens Ricupero. Versal. votos 4 / resenha na edição 6
Escritos de outubro: os intelectuais e a Revolução Russa (1917-1924). Bruno Gomide (org.). Boitempo. votos 2
Guerra e revolução: o mundo um século após Outubro de 1917. Domenico Losurdo. Boitempo. votos 1
História da riqueza no Brasil. Jorge Caldeira. Estação Brasil. votos 1
Uma história do samba: as origens – vol. 1. Lira Neto. Companhia das Letras. votos 3 spqr: uma história da Roma antiga. Mary Beard. Planeta. votos 3 / resenha na edição 1

Infantojuvenil

Abecedário de personagens do folclore brasileiro. Januária Cristina Alves. Edições Sesc. votos 2 / resenha na edição 6
O dia da festa. Renato Moriconi. Pequena Zahar. votos 1
Dobras. Andrés Sandoval. Companhia das Letrinhas. votos 3 / ver p. 36
Fuga. Luana Chnaiderman. ftd. votos 1 / ver p. 70
O Lórax. Dr. Seuss. Companhia das Letrinhas. votos 1 / resenha na edição 1
Maria mudança. Manuel Filho. Editora do Brasil. votos 1
Mundo cruel: filosofia visual para crianças. Ellen Duthie & Daniela Martagón. Boitatá/Boitempo. votos 1
Rosa. Odilon Moraes. Olho de Vidro. votos 1 / resenha na edição 6

Literatura brasileira

Acre. Lucrecia Zappi. Todavia. votos 2 / resenha na edição 6
Anjo noturno. Sérgio Sant’Anna. Companhia das Letras. votos 3
As coisas que perdemos no fogo. Mariana Enriquez. Intrínseca. votos 2 / resenha na edição 4
Começa a envelhecer a mulher mais bela do mundo. Sebastião Nunes. Dubolsinho. votos 1
Diário da piscina. Luís Capucho. É Selo de Língua. votos 1
Dropz. Rita Lee. Globo. votos 1
Ensaio de voo. Paloma Vidal. Quelônio. votos 1
O fogo na floresta. Marcelo Ferroni. Companhia das Letras. votos 3
A glória e seu cortejo de horrores. Fernanda Torres. Companhia das Letras. votos 2
A hipótese humana. Alberto Mussa. Record. votos 1
Não está mais aqui quem falou. Noemi Jaffe. Companhia das Letras. votos 1
A noite da espera: o lugar mais sombrio – vol. 1. Milton Hatoum. Companhia das Letras. votos 7
Noite dentro da noite: uma autobiografia. Joca Reiners Terron. Companhia das Letras. votos 5 / resenha na edição 2
As perguntas. Antônio Xerxenesky. Companhia das Letras. votos 1
Presos no paraíso. Carlos Marcelo. TusQuets. votos 1
Trilogia do adeus. João Anzanello Carrascoza. Alfaguara/Grupo Companhia das Letras. votos 1

Literatura estrangeira

Em busca de Watership Down. Richard Adams. Planeta. votos 1
O caminho de casa. Yaa Gyasi. Rocco. votos 1
O conto da Aia. Margaret Atwood. Rocco. votos 3
A descoberta da escrita: minha luta 5. Karl Ove Knausgård. Companhia das Letras. votos 1
O dom. Vladimir Nabokov. Alfaguara/Grupo Companhia das Letras. votos 1
História da menina perdida. Elena Ferrante. Biblioteca Azul. votos 1 / resenha na edição 1
Os irmãos Tanner. Robert Walser. Companhia das Letras. votos 1
Jamais o fogo nunca. Diamela Eltit. Relicário. votos 2 / ver p. 50
Jaqueta branca ou o mundo em um navio de guerra. Herman Melville. Carambaia. votos 2
Jogo de cena em Bolzano. Sándor Márai. Companhia das Letras. votos 1
Kindred: laços de sangue. Octavia E. Butler. Morro Branco. votos 1
Laços. Domenico Starnone. Todavia. votos 3
Limonov. Emmanuel Carrère. TAG Livros. votos 2
Um legado de espiões. John le Carré. Record. votos 1 / ver p. 60
O leopardo. Giuseppe Tomasi di Lampedusa. Companhia das Letras. votos 1
Manual da faxineira. Lucia Berlin. Companhia das Letras. votos 9 / ver p. 52
Metamorfoses. Ovídio. Editora 34. votos 2 / resenha na edição 3
O ministério da felicidade absoluta. Arundhati Roy. Companhia das Letras. votos 2
Múltipla escolha. Alejandro Zambra. TusQuets. votos 1 / resenha na edição 2
Nem vem. Lydia Davis. Companhia das Letras. votos 2 / ver p. 53
Outubro: história da Revolução Russa. China Miéville. Boitempo. votos 2
O palácio da memória. Nate DiMeo. Todavia. votos 7 / resenha na edição 4
O ruído do tempo. Julian Barnes. Rocco. votos 1
A sociedade dos sonhadores involuntários. José Eduardo Agualusa. TusQuets. votos 2 / ver p. 54
O último grito. Thomas Pynchon. Companhia das Letras. votos 1
O vendido. Paul Beatty. Todavia. votos 6 / resenha na edição 3

Miscelânea

Bíblia: Novo Testamento – os quatro evangelhos. Trad. Frederico Lourenço. Companhia das Letras. votos 1
Cartas brasileiras: correspondências históricas, políticas, célebres, hilárias e inesquecíveis que marcaram o país. Sérgio Rodrigues (org.). 
Companhia das Letras. votos 1
Como aprendemos a comer: por que a alimentação dá tão errado para tanta gente e como fazer escolhas melhores. Bee Wilson. Zahar.
votos 1 / ver p. 66
A doença, o sofrimento e a morte entram num bar: uma espécie de manual de escrita humorística. Ricardo Araújo Pereira. Tinta da China. votos 2 / ver p. 62
Manuscritos notáveis. Christopher de Hamel. Companhia das Letras. votos 1
Memória e esquecimento na internet. Sérgio Branco. Arquipélago. votos 1 / resenha na edição 7
Mitologia nórdica. Neil Gaiman. Intrínseca. votos 1

Poesia

Alexandra. Lícofron. Editora 34. votos 1
Antiboi. Ricardo Aleixo. Lira/Crisálida. votos 2
Câmera lenta. Marília Garcia. Companhia das Letras. votos 1
Como se fosse a casa. Ana Martins Marques & Eduardo Jorge. Relicário. votos 1
Ele que o abismo viu: epopeia de Gilgámesh. Sin-Leqi-Unninni. Autêntica. votos 1
Esta vida: poemas escolhidos. Raymond Carver. Editora 34. votos 3 / resenha na edição 6
Etiópia. Francesca Angiollilo. 7Letras. votos 1 / ver p. 47
Íntimo desabrigo. Tarso de Melo. Alpharrabio/Dobradura. votos 1
Ladainha. Bruna Beber. Record. votos 4 / resenha na edição 2
O martelo. Adelaide Ivánova. Garupa. votos 1
Meu coração está no bolso. Frank O’Hara. Lunaparque. votos 1 / resenha na edição 1
Da poesia. Hilda Hilst. Companhia das Letras. votos 2 / resenha na edição 2
Poemas para ler com palmas. Edimilson de Almeida Pereira. Mazza. votos 1 / ver p. 47
Por que calar nossos amores? Poesia homoerótica latina. Raimundo Carvalho; Guilherme Gontijo Flores; Márcio Meirelles Gouvêa Jr. & João Angelo Oliva Neto (org.). Autêntica. votos 1
Se do meu púbis nascessem asas e outros poemas. Geruza Zelnys. Oito e Meio. votos 1
Tudo nela brilha e queima: poemas de luta e amor. Ryane Leão. Planeta. votos 1

Psicanálise

Reinvenção da intimidade: políticas do sofrimento cotidiano. Christian Dunker. Ubu. votos 2 / resenha na edição 7
Sonhos no Terceiro Reich: com o que sonhavam os alemães depois da ascensão de Hitler. Charlotte Beradt. Três Estrelas. votos 1

Quadrinhos

Angola janga: uma história de palmares. Marcelo D’Salete. Veneta. votos 1
Aqui. Richard McGuire. Quadrinhos na Cia. votos 3 / ver p. 71
Estudante de medicina. Cynthia B. Veneta. votos 1
Mensur. Rafael Coutinho. Quadrinhos na Cia. votos 1
Sem dó. Luli Penna. Todavia. votos 4
Úlcera vortex. Victor Bello. Escória Comix. votos 1

Teatro

Conversas de refugiados. Bertolt Brecht. Editora 34. votos 1
Plínio Marcos: obras teatrais. Plínio Marcos. Funarte. votos 1

Matéria publicada na edição impressa #8 dez.17-fev.18 em junho de 2018.