Infantojuvenil,

Violeta, 13, São Paulo, SP

A Quatro Cinco Um selecionou os melhores livros para crianças e jovens publicados no Brasil em 2018 e convidou jovens leitores de diferentes regiões a resenhar um de seus prediletos

27nov2018 - 12h21 | Edição #16 out.2018

Sempre conheci Frida Kahlo como a famosa artista mexicana com monocelha, que sofreu um acidente de bonde. Mas, ao ler este livro, descobri os feitos e a vida dessa artista tão talentosa, que chocam e tocam muito. 

A autora diz que tratou de conhecer o que se passava na cabeça de Frida, para misturar a realidade e o mundo que ela inventou à arte, e buscar reproduzir as emoções dela. Conta da família, explicando a origem dela. Essa fase, da infância, cria curiosidade sobre como afetou a arte feita por ela. 

Acidente

A segunda fase é a adolescência, os amores, os estudos, as emoções e o acontecimento mais forte da sua história: o acidente que sofreu quando era tão jovem. Ela teve o tronco atravessado por uma barra de apoio do ônibus onde estava, que bateu em um bonde. A artista se desenvolveu a partir daí: em repouso e recuperação, começou a pintar sua dor. Teve graves problemas de saúde, um sofrimento terrível, tornou-se incapaz de ter filhos. Também sofreu de amor, episódios de traição que a deixaram extremamente ferida. Essa dor refletiu em seus quadros e na imagem da artista. 

Ao ler essa biografia comecei a imaginá-la de outra forma: uma mulher forte e guerreira, e entendi melhor a sua arte. Há um posicionamento político e uma individualidade no caráter da artista que impressionam. O texto, com citações de Frida e reflexões da autora, faz imaginar muitos universos. Há belíssimas ilustrações. Adorei como o livro cita fatos verídicos, de modo fluido, belo e interessante. Há fatos como a forte presença de Diego Rivera, seu marido e grande pintor mexicano, assim como citações de Leon Trótski, o líder russo comunista, que foi abrigado por Frida e Diego quando era perseguido. 

Quem escreveu esse texto

Violeta Ferrari Corullon

É de São Paulo (SP) e, em 2017 e 2018, aos 12 e 13 anos, participou dos especiais infantojuvenis da Quatro Cinco Um

Matéria publicada na edição impressa #16 out.2018 em outubro de 2018.