Listão da Semana,

Vera Iaconelli, Abdulrazak Gurnah e mais 7 lançamentos

Psicanalista analisa o mito milenar sobre o instinto materno e as novas práticas que sociedades patriarcais utilizam para controlar mulheres

13set2023 - 16h36 | Edição #73

Neste semana, dois lançamentos voltam o olhar para a posição da mulher, mãe e feminino hoje e há meio milênio. Manifesto antimaternalista: psicanálise e políticas de reprodução, de Vera Iaconelli, mergulha no mito do instinto materno como forma de subjugar mulheres aos cuidados das crianças e a uma sociedade patriarcal – e as novas formas a que expedientes autoritários vêm recorrendo para controlar o corpo feminino. Já Shakespearianas: as mulheres em Shakespeare, da escritora mineira Nara Vidal, olha para as mulheres a partir de personagens do dramaturgo inglês. 

A semana traz também Paraíso, o principal romance do escritor tanzaniano Abdulrazak Gurnah, vencedor do Nobel de literatura em 2021; a biografia de Elon Musk pelo jornalista Walter Isaacson; uma nova tradução feita por Marília Garcia de Pequeno país, de Gaël Faye, uma análise científica do relógio biológico pelo professor Russell Foster; cartas sobre o processo de escrita de Charles Bukowski, além de outras novidades quentinhas.

Viva o livro brasileiro!

Manifesto antimaternalista: psicanálise e políticas de reprodução. Vera Iaconelli.
Zahar • 256 pp • R$ 49,90

Inspirada nas ideias de Freud, Lacan e Winnicott e nas contribuições dos estudos de gênero e de relações raciais, a psicanalista faz uma crítica demolidora do discurso maternalista, que reduz as mulheres à função de mães e trabalhadoras domésticas não remuneradas. Vera Iaconelli aponta como essa mentalidade prejudica o esforço das mulheres em conciliar a dinâmica familiar com o trabalho sob o capitalismo, o que tem levado muitas a adiar ou evitar ter filhos. Em resposta, as sociedades vêm recorrendo a expedientes autoritários para controlar o corpo feminino, como a proibição do aborto. A autora mostra que os embates sobre o cuidado e a reprodução da vida são embates políticos, e a psicanálise é uma arma da qual não podemos abdicar.

Em resenha na Quatro Cinco Um, a jornalista Carol Pires escreve: “Atribuir só aos pais a responsabilidade e o crédito de criar a próxima geração reforça a ideia mercadológica e meritocrática de que o cumprimento de expectativas é fruto de decisões privadas e não de condições sociais. Se a política de responsabilizar as mulheres pelo cuidado das próximas gerações já era insustentável no passado, ‘agora tende ao colapso’, alerta Iaconelli. O filho muitas vezes ‘se revela um fardo por competir com o trabalho, o tempo, a vida pessoal, as finanças e a vida conjugal’. Segundo pesquisa da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, 37% das brasileiras não desejam ter filhos”.

Leia também: Com um livro de poemas inspirado nos filmes de Pedro Almodóvar, o poeta Fabrício Corsaletti conversa com a psicanalista Vera Iaconelli sobre a obra do cineasta espanhol no podcast 451 MHz

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da Companhia das LetrasConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.

———

Paraíso. Abdulrazak Gurnah.
Trad. Caetano W. Galindo • Companhia das Letras • 320 pp • R$ 89,90

Publicado em 1994, o principal romance do escritor tanzaniano – ganhador do prêmio Nobel de literatura em 2021 – narra o amadurecimento de um menino de doze anos, que foi entregue por seu pai a um comerciante para saldar uma dívida impagável. O garoto acompanha seu senhor em uma caravana pela África Oriental, às vésperas da Primeira Guerra Mundial, numa viagem tumultuada por enfermidades e conflitos.

Leia também: Em Sobrevidas, o Nobel tanzaniano Abdulrazak Gurnah levanta o véu do colonialismo no leste da África 

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da Companhia das LetrasConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.

———

Elon Musk. Walter Isaacson.
Trad. Rogerio W. Galindo • Intrínseca • 576 pp • R$ 99,90/62,90

Autor das grandes biografias de Albert Einstein e Steve Jobs, o jornalista norte-americano conta a história do empresário sul-africano, naturalizado norte-americano, depois de empenhar dois anos entrevistando o biografado, seus familiares e colegas de trabalho, seus amigos e inimigos. O CEO da Tesla e da SpaceX, que comprou o Twitter no ano passado, teve uma infância particularmente sofrida, mas criativa: aos onze anos criou um jogo de videogame, que vendeu para uma companhia sul-africana.

Leia também: Walter Isaacson, biógrafo de Albert Einstein e Steve Jobs, reconstitui a vida de Leonardo da Vinci com base em 7.200 páginas de anotações da época

———

Shakespearianas: as mulheres em Shakespeare. Nara Vidal.
Ils. Marcia Albuquerque • Relicário • 200 pp • R$ 79,90

Coletânea de ensaios sobre as personagens femininas de Shakespeare (Lady MacBeth, Cleópatra, Ofélia, Cordélia, Desdêmona, Julieta), que, segundo a escritora mineira Nara Vidal, são sempre as personagens mais inteligentes e complexas de suas peças. Ganhadora do prêmio Oceanos pelo romance Sorte (2018) e editora da revista literária Capitolina, Vidal já ministrou diversos cursos sobre o dramturgo inglês. 

Leia também: Para serem reinseridas na sociedade, heroínas de Shakespeare teriam de aceitar que amor e honestidade não são úteis para o patriarcado

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 20% de desconto no site da RelicárioConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.

———

Pequeno país. Gaël Faye.
Posf. Kalaf Epalanga • Trad. Marília Garcia • Ilimitada/Carambaia • 398 pp • R$ 99,90

Publicado no Brasil em 2019 pela Rádio Londres, este romance de formação reaparece agora em nova tradução, da poeta Marília Garcia – ganhadora dos prêmios Oceanos, Icatu e FNLIJ. Ambientado no Burundi em 1993 (país de origem do autor, que nasceu em 1982), a história é narrada por Gaby, um garoto de dez anos, filho de um casal de classe média, de pai francês e mãe ruandesa. Depois de receber notícias do massacre da etnia tútsi em Ruanda, sua mãe viaja ao país para procurar seus parentes, enfrentando muitos perigos com seu filho. 

Leia tambémO rapper e escritor Gaël Faye evoca seus dias de garoto no Burundi, na África Oriental, em livro ilustrado pelo quadrinista Hippolyte

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 20% de desconto no site da CarambaiaConheça o nosso clube de benefícios, que dá descontos em livros, eventos e mais.

———

O ciclo da vida: como a nova ciência do relógio biológico pode revolucionar seu sono e sua saúde. Russell Foster.
Trad. André Fontenelle • Objetiva • 432 pp • R$ 119,90/44,90

Professor da Universidade de Oxford, o premiado neurocientista britânico estuda o relógio biológico que rege nosso corpo e o impacto de nossas rotinas diárias — dormir, comer, estudar, trabalhar — sobre nossa saúde e nosso desempenho, detalhando as mudanças de humor ao longo do dia e os efeitos dos exercícios e dos medicamentos.

Leia também: Steven Johnson fala sobre o salto colossal na expectativa de vida humana no último século e as dúvidas sobre a qualidade dessa vida extra

———

Vapt-vupt
+ novidades quentinhas

Performance. Diana Taylor.
Trad. Margarida Goldsztajn • Apres. Leda Maria Martins • Perspectiva • 200 pp • R$ 67,40

Professora titular da Universidade de Nova York analisa os usos da performance e mostra que ela é ao mesmo tempo um ato criativo, um meio de compreender o poder, um método de transmissão da memória e uma forma de entender o mundo.

Os últimos dias de Elias Ghandour. Marcelo Maluf.
Faria e Silva • 208 pp • R$ 54,90

No novo romance do autor de A imensidão íntima dos carneiros, ganhador do prêmio São Paulo de 2016, um comerciante de tecidos da rua 25 de Março reflete sobre todos os sonhos que não conseguiu realizar ao longo da vida.

Sobre a escrita. Charles Bukowski.
Trad. Isadora Sinay • HarperCollins Brasil • 256 pp • R$ 69,90

Cartas redigidas entre 1945 e 1993 nas quais o autor expõe seu processo criativo e suas opiniões sobre as banalidades do cotidiano e as difíceis relações humanas. O volume traz posfácios de Nara Vidal e Luiz Antonio de Assis Brasil.

———

Faça parte da revista dos livros! Assine a Quatro Cinco Um.

Quem escreveu esse texto

Iara Biderman

Jornalista, , editora da Quatro Cinco Um, está lançando Tantra e a arte de cortar cebolas (34)

Mauricio Puls

É autor de Arquitetura e filosofia (Annablume) e O significado da pintura abstrata (Perspectiva), e editor-assistente da Quatro Cinco Um.

Matéria publicada na edição impressa #73 em agosto de 2023.