Listão da Semana,

Biografias de Salazar e Mussolini e mais 11 lançamentos

O novo romance do francês Emmanuel Carrère, a trilogia autobiográfica da sul-africana Deborah Levy, um estudo lacaniano sobre a psicose por Neusa Santos Souza e mais

08fev2023 - 15h19 • 19maio2023 - 14h28 | Edição #66

Abundam nas prateleiras do Brasil livros que narram a trajetória de nomes como Hitler, Stálin, Mao Tsé-tung e Fidel Castro. Nesta semana, juntam-se a eles A incrível história de António Salazar, o ditador que morreu duas vezes e Mussolini: a biografia definitiva. Ler suas biografias ajuda a compreender os fatores que os alçaram ao poder e o contexto sociopolítico que permitiu que lá permanecessem — e, em certos casos, o que fazer para que a história não se repita.

Completam a seleção da semana o novo romance do francês Emmanuel Carrère, a trilogia autobiográfica da sul-africana Deborah Levy, um estudo lacaniano sobre a psicose por Neusa Santos Souza e um tratado sobre as diferentes formas de inteligência pelo britânico James Bridle, entre outras novidades quentinhas.

Viva o livro brasileiro!

A incrível história de António Salazar, o ditador que morreu duas vezes. Marco Ferrari.
Trad. Vasco Gato • Todavia • 208 pp. • R$ 74,90/42,90

O escritor e ensaísta italiano Marco Ferrari descreve os dois últimos anos de vida do ditador português António Salazar, que, após sofrer um acidente doméstico em 1968, ficou impossibilitado de seguir no governo e foi substituído na presidência do Conselho de Ministros por Marcello Caetano. Sua figura, no entanto, inspirava tanto medo que a precária condição de saúde foi mantida em segredo tanto do país como do próprio Salazar: durante dois anos, seu gabinete encenava diariamente uma farsa para mantê-lo na ignorância sobre sua deposição, com falsas reuniões do conselho e um jornal impresso só para ele, além de entrevistas falsas para a TV e o rádio.

Leia também: A autora portuguesa Maria Gabriela Llansol criou uma obra monumental à sombra da ditadura de Salazar.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 20% de desconto no site da editora Todavia. Conheça o nosso clube de benefícios.

———

Mussolini: a biografia definitiva. R. J. B. Bosworth.
Trad. Heitor Aquino Ferreira • Globo Livros • 648 pp • R$ 119,90/54,90

Especialista na história moderna da Itália, o acadêmico australiano, pesquisador da Universidade de Oxford, examina a carreira política de Mussolini e sua fracassada tentativa de construir um império. O livro é apoiado em fontes inéditas, como o diário de sua amante Clara Petacci (que foi fuzilada juntamente com ele em abril de 1945) e relatos de seu casamento com Ida Dalser.

Leia também: Biografia narra a ascensão de Mussolini a líder do fascismo e faz refletir sobre a ameaça presente da tirania.

———

Ioga. Emmanuel Carrère.
Trad. Mariana Delfini • Companhia das Letras • 272 pp • R$ 79,90/39,90

Ganhador de diversos prêmios (Femina, Renaudot, FIL, Biblioteca Nacional da França, Princesa de Astúrias), o escritor francês Emmanuel Carrère faz neste livro um autorretrato sobre como decide passar dez dias em um retiro de silêncio do interior para escrever um livro sobre a ioga, mas é forçado a interromper o projeto devido à morte de um amigo no ataque ao Charlie Hebdo. Sua vida vira pelo avesso, seu livro empaca, sua relação amorosa entra em crise e ele é diagnosticado com transtorno bipolar.

“É no espaço discursivo disputado pela fofoca, pela invasão de privacidade e pela reportagem que a ʽescrita de siʼ de Carrère viceja“, escreve Kelvin Falcão Klein sobre o livro para a Quatro Cinco Um. “Carrère costura a própria vida a fatos externos e eventos históricos, apresentando um projeto abortado como centro irradiador da fabulação.“

Leia a resenha na íntegra.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da editora Companhia das Letras. Conheça o nosso clube de benefícios.

———

    

Trilogia Autobiografia Viva: Coisas que não quero saber; O custo de vida; Bens imobiliários.
Deborah Levy.
Trad. Celina Portocarrero e Rogério Bettoni; Adriana Lisboa • Autêntica • 104 pp; 120 pp; 192 pp • R$ 54,90; 59,80

Em suas memórias. a poeta, dramaturga e romancista sul-africana Deborah Levy retrata eventos de sua vida, como a infância em Joanesburgo e a luta de seu pai contra o apartheid, e reflete sobre a condição feminina no mundo atual. No primeiro volume, Coisas que não quero saber, ela tece uma resposta ao conhecido ensaio de George Orwell, “Por que escrevo”, de 1946, e expõe as razões que a levaram a escrever (a prisão do pai e o subúrbio londrino em que passou a adolescência em exílio). Em O custo de vida, ela registra os abalos sofridos nos seus cinquenta anos (sua mãe morreu, seu casamento acabou, sua renda diminuiu, suas filhas se emanciparam). Em Bens imobiliários, ela reflete sobre o que uma mulher aos sessenta anos, profissionalmente bem-sucedida, deseja após uma vida intensa, um casamento desfeito e filhas crescidas.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da editora Autêntica. Conheça o nosso clube de benefícios.

———

A psicose: um estudo lacaniano. Neusa Santos Souza.
Zahar/Companhia das Letras • 176 pp • R$ 69,90

Autora de Tornar-se negro (2021), um marco da psicologia no Brasil, a psiquiatra e psicanalista baiana Neusa Santos Souza retoma os estudos de Freud e Lacan sobre as psicoses, recorrendo a exemplos extraídos de sua experiência clínica e insistindo que a psicose não constitui apenas uma condição deficitária, de incapacidade absoluta, já que os sujeitos psicóticos são capazes de inventar, criar e ensinar.

Leia também: Jornalista francesa convida psicanalistas a falar sobre seus pacientes preferidos.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 25% de desconto no site da editora Companhia das Letras. Conheça o nosso clube de benefícios.

———

Maneiras de ser: animais, plantas, máquinas – A busca por uma inteligência planetária. James Bridle.
Trad. Daniel Galera • Todavia • 496 pp • R$ 104,90/54,90

James Bridle, autor de A nova idade das trevas (2019), critica as concepções estreitas a respeito da inteligência propagadas pelas grandes empresas de tecnologia, mostra que existem na realidade diferentes formas de inteligência (vegetal, animal, humana, artificial) e sustenta que é preciso estabelecer um relacionamento mais justo e equilibrado com a natureza.

Trecho do livro:
“O mundo é feito de sujeitos, não de objetos. Tudo na verdade é todos, e todos esses seres têm na verdade suas próprias agências, seus pontos de vista e suas formas de vida. O mundo mais que humano pede seu reconhecimento, pois sem ele não somos nada”.

Leia também: Três livros exploram a história da nossa coabitação com cachorros e primatas e o que as emoções dos animais revelam sobre nós.

Assinantes da Quatro Cinco Um têm 20% de desconto no site da editora Todavia. Conheça o nosso clube de benefícios.

———

Vapt-vupt
+ novidades quentinhas

A repetição. Pedro Cesarino.
Todavia • 144 pp • R$ 64,90

Duas novelas do antropólogo paulista sobre os conhecimentos ancestrais e o tráfico de escravizados no litoral.

Luz del fuego. Javier Montes.
Trad. Silvia Massimini Felix • Fósforo • 280 pp • R$ 84,90/59,90

Biografia da atriz e ativista do feminismo Dora Vivacqua, que criou a primeira comunidade naturista brasileira, conhecida como Ilha do Sol.

Às vezes dá vontade de chorar feito criança: : os diários de guerra de 1943 a 1945. Heinrich Böll.
Trad. Maria Aparecida Barbosa • Pref. René Böll • Carambaia • 336 pp • R$ 249,90

Diários de guerra do escritor alemão (que ganharia o Nobel de Literatura em 1972) nas trincheiras e nos hospitais.

Garotas brancas. Hilton Als.
Trad. Marilene Felinto • Fósforo • 360 pp • R$ 99,90

Ensaios do crítico da New Yorker sobre Michael Jackson, Eminem, Truman Capote, Richard Pryor, Louise Brooks e Flannery O’Connor.

Jet lag: poemas para viagem. Waly Salomão.
Ils. Luiz Zerbini • Companhia das Letras • 128 pp • R$ 99,90/39,90

Antologia de poemas sobre o significado de viajar, organizada por Omar Salomão.

———

Faça parte da revista dos livros! Assine a Quatro Cinco Um.

Quem escreveu esse texto

Marília Kodic

Jornalista e tradutora, é co-autora de Moda ilustrada (Luste).

Mauricio Puls

É autor de Arquitetura e filosofia (Annablume) e O significado da pintura abstrata (Perspectiva), e editor-assistente da Quatro Cinco Um.

Matéria publicada na edição impressa #66 em dezembro de 2022.