Capa,

Foucault e Hannah Arendt de bolso

Edição de 1 ano da Quatro Cinco Um, ilustrada por Gilles Eduar, celebra os filósofos que repensaram conceitos de poder e opressão

14dez2018 - 20h48 | Edição #11 mai.2018

Michel Foucault e Hannah Arendt se encontram na lúdica capa da revista #11, de maio de 2018, de autoria do designer Gilles Eduar. No fim dos anos 1980, ele vendeu seu saxofone – ele integrava a banda Luni, ao lado de Marisa Orth e Théo Werneck – e partiu para a Europa. Foi lá que o arquiteto de formação, que até então atuava como artista gráfico, descobriu a literatura infantojuvenil, trabalhando na livraria do Museu do Louvre, em Paris. Hoje escritor e ilustrador de renome, com livros publicados na França e no Brasil e traduzidos para diversos idiomas, como Ossos do Ofício (Companhia das Letras) e E agora, papagaio? (Jujuba).

Matéria publicada na edição impressa #11 mai.2018 em junho de 2018.